Impressão Digital

Maria Antónia Saldanha

Podia ser voluntária em missões com animais em risco, mas não: tornou-se marketeer. Maria Antónia Saldanha, diretora de Marca e Comunicação da SIBS, não passa sem o telemóvel com MB WAY e sem o seu treino. A prática de desporto é, para si, o maior hobby.

segunda, 20 maio 2019 12:27
Maria Antónia Saldanha

 

Um refúgio em Lisboa

Os meus refúgios têm de ter muita luminosidade, água por perto ou amplas vistas sobre a cidade. Cenários que são retemperadores ou onde podemos largar a correr.

Cidade onde moraria

Onde tenho a sorte de morar hoje. Lisboa. Tem tudo e está perto de tudo. É uma cidade muito luminosa que tem rio (ou mar a 10 minutos), mas também campo e espaços verdes. Sente-se o ambiente cosmopolita, mas também a tradição e a história, nos inúmeros recantos que se podem conhecer. Perfeita para passear ou para fazer desporto. Ótima para conviver: não faltam restaurantes, bares ou espaços ao ar livre à mão de qualquer pessoa.

O carimbo que falta no passaporte

Austrália. País que reúne vários elementos que me atraem: a vasta natureza lado a lado de cidades fervilhantes que crescem de dia para dia.

Onde não voltarei

Maldivas. Destino paradisíaco, mas onde acho que só vamos uma vez. Por acaso, viajei para lá no fatídico 11 de setembro de 2001, o que tornou todo o itinerário mais animado, assim como a estadia de duas semanas.

O maior hobby

Treinar e fazer desporto. Correr em estrada ou no campo, superar obstáculos ou, simplesmente, ultrapassar as fronteiras do razoável numa box. Fazer aquilo que julgávamos impossível para o nosso físico.

Se tivesse um super poder…

Omnipresença. As horas não chegam para fazer tudo o que gostaria e aproveitar ao máximo tudo o que temos ao dispor.

A música do dia a dia

Para me manter animada e focada para o desafio da prova internacional Spartan Beast (decorreu em outubro em Barcelona), recorri diariamente à Elevation da minha banda de eleição, os U2.

Um ídolo

Misty Copeland, também conhecida como “MistyOnPointe”, porque está em pontas oito horas por dia, queimando 10 pares de sapatilhas de ballet por semana.

Comida predileta

Como fã de uma alimentação mediterrânica, adoro massas com muitos ingredientes e cor; ou, simplesmente, pão tradicional português com carnes frias regionais.

A frase que inspira

Há muito que o poema de Ricardo Reis, “Põe quanto És no Mínimo que Fazes”, me orienta.

O filme

Adoro filmes desconcertantes psicologicamente ou, como se diz na gíria, “que mexam com a cabeça”, como Seven (1995) com Brad Pitt e Morgan Freeman.

Não passo sem…

O meu telemóvel com MB WAY, claro. Nem preciso de mais nada, porque a aplicação engloba todas as funcionalidades que fazem falta num dia a dia intenso. É mesmo libertador saber que podemos sair de casa apenas com um telemóvel no bolso.

Tornei-me marketeer porque…

É incrível ter a oportunidade de pegar num produto/serviço e dá-lo a conhecer aos seus públicos, para que seja usado e aproveitado. Permite-nos atingir o propósito maior de algo que é desenvolvido por outrem.

A melhor estratégia de marketing é

Aquela que entende profundamente os atributos da marca que temos em mãos e os promove junto dos destinatários (potenciais interessados ou já consumidores), criando relações e emoções. Tem de ser uma estratégia assente em experiências e sensações

Se não fosse marketeer seria…

Voluntária a 100% em missões, nacionais ou internacionais, que envolvam animais em risco. Acho que ainda há muito por fazer nesta vertente, inclusivamente ao nível da pedagogia e divulgação; falta muito marketing, também.

A campanha que deu mais gozo

Lançar o MB WAY, claro. Fazer com que um serviço cuja utilização nem sequer era tradicional passasse a ser ansiado pelos seus públicos-alvo. Transformar um serviço que parecia que não nos fazia falta na nossa marca favorita.

Multibanco ou dinheiro?

Multibanco apenas e sempre. Em todas as suas formas, quer seja no telemóvel com o MB WAY, preferencialmente, ou em cartão, para todas as outras situações.

A nova geração de pagamentos é…

On-the-go. Os métodos de pagamento estão a evoluir rapidamente para se tornarem cada vez mais invisíveis, mas estando sempre disponíveis, com fiabilidade e segurança.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing