Impressão Digital

A #IMPRESSÃO DIGITAL de Jorge Nascimento é a cores

A vida deve ser colorida e, da paleta, escolheu três substantivos para a pintar. Jorge Nascimento, diretor de Marketing da Tintas Robbialac, elege o vermelho, embora aprecie a harmonia entre diversas cores. Foi o estudo em Gestão que o ajudou a traçar o caminho profissional.

sexta, 25 outubro 2019 12:37
A #IMPRESSÃO DIGITAL de Jorge Nascimento é a cores

 

Um refúgio em Lisboa

O encontro entre a cidade e o Tejo. A zona de Belém é um dos oásis de eleição, que combina bem com várias companhias e contextos.

O carimbo que falta no passaporte

Argentina por inteiro, desde Buenos Aires à Patagónia.

Onde voltaria

Bali.

O maior hobby

Contar histórias, de preferência através da fotografia.

A banda sonora do fim de semana

Riso das minhas filhas.

 

Prado predileto

Lasanha. Embora tenha prazer em comer quase tudo, desde que seja bem feito.

 

Filme…

Ficção científica, com a dose certa de humanismo, emoção e inquietação.

 

A inspiração diária

Filhas e a luz de Lisboa.

Um ídolo

Acredito mais no poder de as pessoas humildes fazerem “coisas” acontecer, quando se unem, do que em figuras mediáticas iluminadas. Porém, nesta fase, opto por realçar o Obama.

 

Não passo sem…

Música. Para mim, é um dos ingredientes-chave para obter a “receita” certa, ao enfrentar a vida quotidiana. Rock (e rádio) ao amanhecer, jazz (e relax) ao anoitecer.

Se tivesse um superpoder…

Seria o de parar o tempo, para fazer tudo quanto quero.

A melhor tinta é aquela…

Que dura, e dura, e dura… (com o mesmo aspeto e propriedades do primeiro dia). Tal como as melhores relações pessoais.

Pintava a vida de…

Paixão, humor e esperança. Três coisas de que todos precisamos, e nem sempre estão presentes.

Cores ou preto e branco?

Cores. Aprecio as imagens a preto e branco, mas apenas como interlúdio em relação à cor, ajuda-nos a dar atenção às formas, texturas e detalhes. Porém, a vida vive-se a cores!

Cor preferida

Vermelho, se bem que cada vez mais aprecio a harmonia entre cores, e não uma cor no singular.

 

Tornei-me marketeer porque

Ao estudar Gestão, e ter oportunidade de contactar com diversas áreas da mesma, desde cedo senti que é a área que nos confronta com desafios mais variados, que permite definir estratégias e identidades de negócio, e com a qual mais me identifico. Une arte e ciência, para tentar antecipar o comportamento humano.

Se não fosse marketeer seria

Professor, possivelmente. Mas sempre procurando formas de intervir diretamente no mundo, em paralelo com o dar ferramentas a outros, para que o venham a fazer no futuro.

A melhor estratégia de marketing é

Aquela que permite ser o primeiro a perceber o que é relevante para os clientes, e a descobrir como o entregar de forma diferenciadora.

A campanha que deu mais gozo

Lançamento [quando era marketing manager de Home Entertainment da LG Portugal] da gama de Smart TV e todas as ações que se lhe seguiram, desde a oferta de canais temáticos “in-pack” até à invasão dos meios ligados ao cinema, para provocar os clientes a desfrutarem do filme em casa.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

sexta, 08 novembro 2019 10:52

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing