Marketing

Microlax tira bebés da "prisão"

Microlax tira bebés da “prisão”
"Ninguém quer ver o seu bebé preso" é a assinatura da nova campanha de relançamento do produto Microlax, da Jaba Recordati. Perante esta campanha "arrojada", o Briefing falou com Rui Rijo Ferreira, diretor de marketing da empresa, para saber de onde partiu esta ideia.

terça-feira, 08 maio 2012 08:00



"A ideia da campanha é uma evolução a partir da ideia da campanha anterior, em que o bebé surgia com um fato de presidiário, tipo banda desenha, numa analogia entre a prisão e a prisão de ventre. Desta vez, fomos para uma imagem inspirada no universo cinematográfico ou das séries televisivas, com a mesma analogia", explica.

Perante a "violência" que esta campanha possa vir a suscitar, Rui sublina que não a considera violenta mas sim disruptiva - "Todos estamos habituados a ver anúncios com bebés muito bonitos e mães muito felizes sem qualquer diferenciação. A Microlax procurou ser diferente porque é igualmente diferente da concorrência, para melhor e, nesse sentido, vai continuar a procurar ser diferente".

Relativamente ao feedback, a campanha revelou-se mais do que uma simples ativação do produto: "recebemos algumas reações menos favoráveis, felizmente muito poucas, de pessoas que não eram público-alvo direto da campanha que interpretaram a utilização das tatuagens como um ataque preconceituoso ao ato de tatuar o que não foi de todo o caso".

Fonte: Briefing

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing