Marketing

Pedro, o eventologista

Em dezembro de 2013, fechou-se um ciclo na vida profissional de Pedro Rodrigues. Ao fim de quase 13 anos, deixou a Desafio Global Ativism, de que era diretor executivo. Mas não deixou os eventos. Esses continuaram a estar no seu caminho. Se dúvidas houvesse, bastaria atentar no nome que escolheu para o seu percurso a solo – The Event. "Building imagination" é a assinatura do novo projeto, apresentado publicamente em fevereiro último.

quinta-feira, 24 julho 2014 13:19
Pedro, o eventologista

Quando questionado sobre a criação de uma agência de eventos num tempo que ainda é de crise, Pedro não tem dúvidas de que constitui uma oportunidade: "Para já vivemos em crise há tanto tempo que, no dia em que for anunciado o final da mesma, vamos praticamente estranhar. Até chegarmos a essa miragem do 'fim da crise' continuamos a trabalhar em pleno e, por outro lado, acho que o mercado já se ajustou há mesma há muito tempo", começa por explicar, em entrevista à Briefing.


Nesta equação, há também risco. E é assim que deve ser: "Não existem novos negócios nem novos desafios sem risco. Mas, tal como na nossa atividade de organização de eventos, o risco deve funcionar como motivação para fazermos bem feito". Mas há mais oportunidade: "Criámos uma marca bastante apelativa, juntámos o talento e o know-how de um conjunto de grandes profissionais e, com este mix, criámos uma oportunidade. Uma oportunidade para o mercado e potenciais clientes usufruírem da The Event, e, para nós, uma oportunidade de darmos largas à nossa criatividade e prazer em fazer eventos".

E o que traz o novo projeto de Pedro Rodrigues ao mercado? O que é que a The Event tem que as outras agências não têm? "O fato de encararmos cada evento como 'The Event'. A nossa assinatura, 'building imagination' traduz a nossa vontade de imaginar eventos marcantes e construir o seu sucesso peça por peça. E, acima de tudo, temos uma equipa com uma enorme experiência enriquecida por anos e anos de eventos de grande dimensão, complexidade e sucesso".

Pedro acredita que a sua equipa tem os trunfos necessários para fazer de cada evento "o" evento. Incluindo a capacidade de inovar: "Somos naturalmente inconformados e orientados para fazer diferente. Falamos de uma área da comunicação onde, todos os anos, a tecnologia disponível, os serviços e tendências se reinventam. Isso faz com que os profissionais nesta área não se acomodem. A inovação é o nosso ADN ao ponto de, por nós próprios, não conseguimos fazer a mesma coisa duas vezes seguida".

E acredita, sobretudo, no poder do evento. "O evento como ferramenta eficiente de comunicação tem a ver com o contexto e público a que se dirige. No mercado dos eventos corporativos, por exemplo, sabemos que os clientes, as empresas, têm passado por um período desafiante com um elevado foco nos cortes de custos e na eficácia. Acredito que, nesta realidade, o elemento diferenciador são as equipas e as pessoas. São as pessoas atualmente que fazem toda a diferença nas organizações e, na sua motivação e na comunicação da empresa com elas, o evento continua a ser uma ferramenta muito apreciada e eficaz. Igualmente o mercado de ativação tem evoluído nos últimos anos como excelente ferramenta de engagement entre o consumidor e a marca ou produto. Tudo isto representa a importância dos eventos para as marcas no contexto atual e futuro".

Para este primeiro ano de atividade, Pedro Rodrigues tem a ambição de afirmar a marca no mercado e fidelizar clientes. Mas não só: "Sermos felizes a trabalhar". Porquê a felicidade? "Os eventos hoje em dia são basicamente organizados para comunicar e motivar. Acreditamos que queremos ter, também dentro de casa, uma equipa altamente motivada e feliz. Tudo o resto é mais fácil a partir daqui".

A montar legos com a ivity

"A nossa marca é a nossa afirmação ao mercado e achámos que a ivity partilhava do nosso ADN e da nossa visão neste processo". É assim que Pedro Rodrigues justifica a escolha da agência de Carlos Coelho e Paulo Rocha para construir a marca The Event.

Tudo começou com o nome, que procurou materializar o princípio de que as marcas têm sonhos. Desta forma, The Event materializa os sonhos dos seus fundadores. Depois, o grafismo, assente naquilo que a agência define como o "visual building block system" da marca: representa a experiência múltipla de uma equipa que é apaixonada por construir com imaginação e precisão grandes eventos de classe mundial e que desde os sonhos de infância adora Lego.

The Event apresenta-se, assim, como uma marca que nasce com espírito construtivo, preparada para se refazer permanentemente em múltiplas configurações. É determinada nas formas, nas cores e no discurso, configurando um sistema de peças onde cada uma tem um lugar preciso, representando o design, a tecnologia, a logística, as pessoas e a infinitude das suas configurações físicas. Representa a imaginação de fazer de cada evento uma peça única: The Event.

A inspiração nas peças Lego constitui – diz Pedro Rodrigues – uma forma bem disposta de, através desta lógica de blocos, ilustrar o posicionamento e o ADN da marca. "A organização de um evento é uma área de grande responsabilidade e pressão. Nada como exercermos a nossa atividade com um sorriso".

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing