Marketing

O Governo está off do Twitter

Os políticos portugueses não aproveitam as plataformas digitais para comunicar com os eleitores. A conclusão é do estudo TOP 50 Mapa de Poder na Rede – Políticos Influentes no Twitter, elaborado pela Imago - LLorente & Cuenca.

terça-feira, 31 março 2015 11:35
O Governo está off do Twitter

Segundo o estudo, que contou com o apoio do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa, Rui Tavares (1º), João Galamba (2º), Carlos Zorrinho (4º) e Ana Gomes (6º) são alguns dos políticos portugueses que já viram no Twitter um canal privilegiado para a difusão de ideias, visões e opiniões políticas, numa perspetiva mais individual que partidária.

Entre os líderes dos principais partidos nacionais, apenas Catarina Martins (10º) e Passos Coelho (13º) aparecem neste ranking.

Mas, e se os partidos fossem representados pela influência dos seus deputados? Segundo o estudo, o PSD perdia metade da sua bancada parlamentar, o PS passaria a ser o partido em maioria com 90 deputados, e o BE seria o partido que mais cresceria.

O Twitter foi considerado o expoente máximo da influência online, e apresenta-se com um espaço aberto onde se criam relações e se difundem ideias de uma forma mais concisa e rápida do que em qualquer outra rede social.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing