Marketing

Este não é o hambúrguer da paz

A Burger King quis marcar o Dia Internacional da Paz com um convite invulgar à McDonald's: criar e vender um hambúrguer em conjunto, o McWhopper, que seria uma mistura entre as estrelas de cada cadeia, o Whopper e o Big Mac.

quinta-feira, 27 agosto 2015 12:18
Este não é o hambúrguer da paz

A rival recusou a proposta. "Para a próxima vez um telefonema é suficiente", disse o CEO da McDonald's, Steve Easterbrook, em resposta à carta e vídeo da concorrente.


Este cessar-fogo na guerra dos hamburgers era proposto para dia 21 setembro, data em que os novos hamburgers seriam vendidos em Atlanta, nos Estados Unidos, e cujas vendas reverteriam para uma Organização Não Governamental.


A resposta da McDonald's surgiu no Facebook. "Nós adoramos a intenção, mas acreditamos que nossas duas marcas juntas poderiam fazer algo maior para fazer a diferença", afirmou o CEO, no comunicado, em que critica a linguagem bélica usada no convite. "Comprometemo-nos em aumentar a conscientização em todo o mundo, e quem sabe vocês possam se juntar a nós nesse significativo esforço global?"

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Vídeo

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing