Marketing

A Microsoft está interessada no LinkedIn. Por 26,2 mil milhões

A Microsoft avançou com a compra da rede social profissional LinkedIn por 26,2 mil milhões de dólares (mais de 23,2 mil milhões de euros), que deverá ter luz verde até ao final do ano. A marca manter-se-á e Jeff Weiner continuará a ser o CEO da empresa, passando a reportar diretamente ao CEO da tecnológica, Satya Nadella. 

terça-feira, 14 junho 2016 12:08
A Microsoft está interessada no LinkedIn. Por 26,2 mil milhões

A Microsoft terá acesso a dados de 433 milhões de utilizadores de todo o mundo. "A equipa do LinkedIn tem um negócio fantástico em crescimento, centrado na conexão de profissionais", afirma Satya Nadella. "Juntos poderemos acelerar o crescimento do LinkedIn, bem como do Microsoft Office 365 e do Dynamics, dado que queremos dar mais poder a cada pessoa e organização do planeta", acrescenta o CEO.

A multinacional tecnológica espera beneficiar dos serviços e conteúdos da rede profissional, que tem vindo a melhorar na monetização dos utilizadores, com um aumento de 35% das receitas no primeiro trimestre deste ano e um crescimento de 9% na base de utilizadores ativos mensais.

Esse crescimento é visto pelos profissionais como uma oportunidade para a Microsoft, que tem procurado expandir as suas áreas de negócios do software para produtos e empresas mais abrangentes.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

Vídeo

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing