Marketing

Tem um cão desordeiro? Ajude-o a redimir-se dando sangue, diz a FCB

"O Banco de Sangue Animal precisa de dadores". É esta a principal mensagem de "Cães Arrependidos", a mais recente campanha da FCB Lisboa para o Banco de Sangue Animal. O objetivo é desafiar os donos dos animais a inscrevê-los como dadores de sangue e assim salvar vidas.

sexta-feira, 17 junho 2016 11:32
Tem um cão desordeiro? Ajude-o a redimir-se dando sangue, diz a FCB

Recorrendo ao humor, os cartazes que compõem esta campanha trazem à tona cenas recorrentes no convívio entre animais de estimação e os seus donos.

Almofadas desfeitas e penas espalhadas pelo quarto, rolos de papel higiénico desfeitos no chão da casa de banho ou vasos de flores tombados, foram os cenários escolhidos pelos criativos da FCB Lisboa.

Diz a agência, em comunicado, que o objetivo é despertar consciências para um assunto pouco mediatizado e lançar um apelo que propõe a troca de uma "má ação" por uma "boa ação". Além da cara comprometedora dos cães, pode-se ler um convite: "Ajude o seu cão a redimir-se pelo bem".

Com esta campanha pretende-se chamar a atenção para o facto de, tal como os humanos, os animais de estimação também podem precisar de transfusões de sangue. Os motivos são variados: atropelamentos, quedas, traumas, parasitas sanguíneos, ingestão de venenos, entre outros. Ao inscrever os animais num dos vários centros de transfusão de sangue, os dadores ganham vacinas, microchips, exames físicos e testes contra doenças.

Tem um cão desordeiro? Ajude-o a redimir-se dando sangue, diz a FCB

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing