Marketing

Há denim com Salsa nas olimpíadas

Reforçar que a Salsa é uma empresa nacional com presença internacional. Este é um dos objetivos da marca portuguesa que, ao vestir de denim a equipa olímpica, vai desfilar no Rio 2016. Quem o diz é o presidente executivo, Filipe Vila Nova, que considera esta uma "aposta vencedora".

quinta, 04 agosto 2016 12:49
Há denim com Salsa nas olimpíadas


Associar-se a um movimento nacional como os Jogos Olímpicos e, consequentemente, ao Comité Olímpico de Portugal (COP), há muito que fazia parte das ambições da Salsa. Uma associação que é, nas palavras do presidente executivo da marca, Filipe Vila Nova, uma "aposta vencedora". Isto porque há uma partilha de valores comuns, materializando "uma oportunidade de abraçar não só um desporto, mas sim todos os desportos".

 

Além de permitir evidenciar aquele que é o ADN da marca – o denim. Como? Através dos uniformes dos atletas da equipa olímpica portuguesa, com a Salsa a desfilar na cerimónia de abertura, este sábado, bem como em todas as representações oficiais do COP e do Comité Paralímpico de Portugal, com peças exclusivamente criadas pelo departamento de estilismo. Segundo a marca, os uniformes inspiram-se na tendência "patch", incorporando emblemas oficiais e decorativos, tais como o Coração de Viana em filigrana, a bandeira de Portugal, excertos do hino nacional, e a cruz da Ordem de Cristo, procurando conferir "um look mais atual e jovem". A propósito deste patrocínio, a Salsa desenvolveu também uma coleção limitada, composta por polo e t-shirt para homem, e top e polo para senhora, à venda até ao final dos jogos.


Diz o presidente executivo que, depois de 20 anos dedicados ao denim, "a criar e a reinventar o que melhor sabe fazer, a Salsa associa-se a este projeto aliciante e desafiador, reforçando o seu sentido de inovação". É que, desta forma, a marca "foi mais além" e vestiu de denim os atletas portugueses que participam nos Jogos Olímpicos Rio 2016, destacando-se, afirma, pela diferença e autenticidade. Quanto ao investimento canalizado para este patrocínio, prefere não comentar, adiantando apenas que se trata de uma iniciativa para a qual não delineou qualquer retorno financeiro. Segundo Filipe Vila Nova, abraçar esta causa e vestir de denim os atletas portugueses nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, é um motivo de satisfação e de orgulho para a Salsa. Mas, apesar de o foco não ser o retorno financeiro, associar a marca a um movimento nacional, reforçando que a Salsa é uma empresa nacional com presença internacional, potenciar o valor da marca e fortalecer o seu posicionamento de negócio, são vantagens que o gestor reconhece.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing