Marketing

O que andam as marcas a fazer no “combate” aos incêndios

Os incêndios que nos últimos dias têm afetado o País não deixam as marcas indiferentes: entre donativos diretos e contas solidárias, há exemplos da banca, como o Santander Totta, o BPI, a Caixa e o Millennium, aos media, como a Agência Lusa, o Grupo Renascença e a SIC, passando pelo retalho, como a Prio e Os Mosqueteiros.

sexta-feira, 12 agosto 2016 13:14
O que andam as marcas a fazer no “combate” aos incêndios

Assim, o Santander Totta concedeu um donativo de 500 mil euros à Madeira, contributo esse que é imediato e, diz o banco, não exclui a criação, em breve, de linhas de financiamento especial de apoio à regularização da vida das populações, tanto para particulares como para empresas. Além disso, foi aberta uma conta solidária para receber donativos a aplicar pelo município do Funchal.


Também a Caixa tem em curso uma angariação de fundos, em associação com a Liga dos Bombeiros Portugueses, e destinados à aquisição de equipamentos e outros materiais para as corporações mais carenciadas. O banco atribuiu um donativo em nome próprio e disponibiliza agora uma conta de solidariedade. Além disso, associou-se à Agência Lusa para apoiar a campanha da Cáritas Portuguesa que visa angariar fundos para a ilha da Madeira.


Outra parceria entre a comunicação social e a banca é a que une a SIC Esperança e o BPI. Trata-se do projeto Verde Esperança, que, com o apoio de todos os meios do grupo Impresa, se propõe obter fundos para a reconstrução. O próprio banco doou a esta causa 100 mil euros, sendo que o valor total angariado será entregue a Instituições Particulares de Solidariedade Social das áreas atingidas pelos incêndios e aplicado em três vertentes: apoio às vítimas; campanha de limpeza de floresta; e reflorestação das áreas afetadas.


Por sua vez, o Millennium bcp vai colocar à disposição dos clientes que tenham visto a sua habitação afetada pelos incêndios em Portugal Continental e Ilhas um conjunto de condições especiais. Estas condições traduzir-se-ão na possibilidade de concessão de carência de amortização de capital até à conclusão do processo de análise e decisão pelas seguradoras.


Já o Grupo Renascença Multimédia, com as suas quatro rádios, vai apoiar as vítimas dos incêndios na Madeira através de uma conta solidária em parceria com a Diocese do Funchal. Convida assim os ouvintes da RFM, Renascença, Rádio Sim e Mega Hits a participarem nesta campanha.


Ajuda direta é a da Prio, empresa portuguesa de distribuição de combustíveis, que disponibilizou à corporação de Bombeiros de Águeda um total de 5.000 litros de combustível. Todas as corporações que combatem o incêndio nesta região podem abastecer as viaturas no posto de Aguada.


Também os postos do Grupo Os Mosqueteiros estão a funcionar em horário alargado, para que os bombeiros se possam abastecer em qualquer hora, sendo esta mais uma das iniciativas da parceria que mantêm habitualmente com a Liga dos Bombeiros Portugueses.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing