Marketing

A Renascença desafia os preconceitos. Com a NOSSA

Assente no mote “Liberte os seus ouvidos”, a nova campanha de publicidade da Renascença pretende ”quebrar os preconceitos do que já foi, do que se ouviu, do que já foi dito, e convidar ouvintes a escutar a estação de rádio”. A criatividade, conceção e produção são da NOSSA.

segunda-feira, 29 janeiro 2018 11:17
A Renascença desafia os preconceitos. Com a NOSSA

 

 

A campanha está no ar em rádio, televisão (generalista e principais canais de cabo), em outdoor (retaguardas MOP), no digital, nas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e YouTube) e nas principais plataformas digitais de meios.

Foi também criado um QR Code, que permite uma ligação direta ao site da rádio e uma convergência de toda a campanha de comunicação. Encontram-se, assim, todas as peças da campanha, algumas em exclusivo.

O diretor geral da Renascença, Pedro Leal, vê a campanha como “um convite irreverente à surpresa através de uma nova escuta. Apela a um gesto de liberdade, a um corte com os preconceitos e à disponibilidade para, no conforto da memória, ouvir uma Renascença mais provocadora, direta e simples”.

“O spot de televisão é um filme icónico e visualmente impactante, que junta a força das palavras à leveza dos balões. Um filme que faz renascer a vontade de ouvir a Renascença”, diz, por sua vez, o diretor criativo da NOSSA, Nuno Cardoso.

A agência também recriou a nova linha gráfica que visa reforçar o posicionamento de uma “Renascença mais fresca e mais próxima”. “Uma rádio mais solta, mais leve, mais dos seus ouvintes e que procura essa proximidade em cada minuto”, explica a estação, em comunicado.

A linha gráfica pautará daqui em diante todo o grafismo da estação, desde a presença no digital até às redes sociais, passando pela ativação e publicidade.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Vídeo

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing