Marketing

P&G volta a cortar... nas agências

A Procter & Gamble (P&G) volta a anunciar cortes no Marketing. Em 2015, a empresa reduziu em mais de 40% o número de agências com que trabalhava e disse que não ia ficar por aí. Agora, o corte será de 400 milhões de dólares (mais de 325 milhões de euros).

segunda-feira, 26 fevereiro 2018 11:30
P&G volta a cortar... nas agências

 

Nos últimos três anos, a empresa conseguiu poupar cerca de 750 milhões de dólares (609.903.000€) reduzindo de 6.000 para 2.500 o número de agências com que trabalha. Até o final do ano fiscal de 2021, com novos cortes e novos modelos de trabalho, a empresa prevê uma poupança de mais 400 milhões (325.282.000€), segundo David Taylor, chairman e CEO da P&G.

O anúncio foi feito no evento Consumer Analyst Group of New York, realizado na Flórida. De acordo com o responsável, a P&G vai passar a trabalhar mais em "open source"  com os seus parceiros de publicidade, focando em projetos pontuais. Nesta nova fase, vai cortar mais 50% o número de agências com que trabalha.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing