Marketing

A EDP Rock Street dança ao ritmo de África

Bonga, Paulo Flores, Nástio Mosquito e Selma Uamusse. Estes são alguns dos nomes que fazem parte do cartaz da EDP Rock Street, no Rock in Rio-Lisboa, dedicado nesta edição a África.

quarta-feira, 28 março 2018 12:35
A EDP Rock Street dança ao ritmo de África

 

A EDP Rock Street “apresenta-se como um ponto de encontro: de povos e culturas, de estilos e géneros. Uma rua que retrata a vitalidade criativa do continente africano e que espelha uma cultura global, onde a tradição e a modernidade se encontram, conjugando linguagens e sonoridades distintas que se inspiram, e que inspiram, a música do mundo”.


África do Sul, Angola, Cabo Verde, Gana, Guiné-Bissau, Zimbabué, Mali, Guiné-Conacri, Mauritânia, Moçambique e República Democrática do Congo são alguns dos países que estarão representados na EDP Rock Street.


“Esta rua vai ser a mais movimentada da cidade do rock e com a melhor energia. Mais uma vez damos nome à EDP Rock Street, tornando esta rua o palco principal de cultura, de música e arte”, afirma a diretora de marca dogrupo EDP, Ana Sofia Vinhas.


Para a vice-presidente Executiva do Rock in Rio, Roberta Medina, “a EDP Rock Street é já um sucesso consolidado junto dos visitantes da Cidade do Rock, que a cada edição encontram nesta rua manifestações artísticas e performances ímpares, além de se apresentar como um espaço privilegiado de festa, onde o público se sente ainda mais envolvido, podendo interagir com o espetáculo e com os próprios artistas”.


O festival vai decorrer a 23, 24, 29 e 30 de junho no Parque da Bela Vista, em Lisboa.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing