Marketing

Esta é a marca com maior reputação

Pela primeira vez, é uma marca portuguesa a liderar o ranking da OnStrategy e Corporate Excellence das mais reputadas: a Delta. A OLá, LEGO e L’Oréal atingem também o nível mais elevado em termos de reputação.

quarta-feira, 04 abril 2018 11:36
Esta é a marca com maior reputação

 

Segundo o Global RepScore Pulse, “a posição de topo e sem precedentes da Delta é fruto de um trabalho de uma enorme consistência ao longo dos últimos anos em todas as dimensões emocionais e racionais, tendo sido notório o seu crescimento sólido ao nível dos índices de reputação”.


Além da empresa de cafés, que lidera o setor de Alimentos e Bebidas, o estudo revela, ainda, as marcas com níveis de reputação mais elevados em diferentes áreas. São, em 2018, líderes de reputação nas suas respetivas áreas em Portugal: a Google (Tecnologia), Lego (Brinquedos), Vista Alegre (Bens industriais), L’Oréal (Bens de grande consumo), Ikea (Retalho Geral), Deloitte (Consultoria, Auditoria e Serviços Legais), Pestana (Turismo e Lazer), RFM (Media), TAP (Aviação), CTT (Serviços Profissionais), Galp (Energia), Visa (Cartões de crédito), Fundação Champalimaud (Saúde e Bem-Estar), Vodafone (Telecomunicações), Zara (Retalho Têxtil), Santa Casa da Misericórdia (Apostas Desportivas), Via Verde (Mobilidade), McDonald's (Retalho Alimentar), Novartis (Farmacêutico), Santander Totta (Banca), Fidelidade (Seguros) e Teixeira Duarte (Construção e engenharia).


De acordo com o partner e CEO da OnStrategy, Pedro Tavares, “a reputação de Portugal regista uma melhoria estatisticamente relevante, tanto sob a visão externa, como interna. O facto de os indicadores de país estarem melhores permite aos cidadãos consumir mais e, como tal, estarem mais próximos das marcas”.


Relativamente à crescente confiança das marcas portuguesas, Pedro Tavares revela que “o consumidor português é hoje mais confiante porque é mais exigente e crítico. E, neste sentido, parece evidente que, até pela facilidade com que a comunicação prolifera, as marcas estejam mais preocupadas em trabalhar a gestão da sua reputação de uma forma integrada e multistakeholder dentro das organizações. Os portugueses estão também a confiar mais em marcas portuguesas, à semelhança dos consumidores de muitos países que recolhem índices de reputação robustos, já que os próprios cidadãos tendem a proteger e a valorizar as suas marcas locais – desde que as mesmas respondam de uma forma superior às suas expetativas emocionais, racionais e comportamentais.”

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing