Marketing

Esta não é uma bitcoin. É uma MacCoin

E vale um Big Mac Original, na campanha em que a McDonalds celebra os 50 anos do hambúrguer estrela da marca. A moeda é global – vale em mais de 50 países – e tem edição limitada. Em Portugal, serão distribuídas 65 mil MacCoins em vários pontos de Lisboa, Porto e Algarve, numa ativação que decorrerá no dia 2 de agosto, e também em passatempos nas redes sociais.

terça, 31 julho 2018 11:53
Esta não é uma bitcoin. É uma MacCoin

No total irão circular mais de 6,2 milhões de MacCoins em mais de 50 países, a partir desta quinta-feira, dia 2, data em que se assinala também o 100º aniversário de Jim Delligatti, o criador do Big Mac.

 

“O Big Mac é hoje um ícone global e dá nome ao índice económico lançado pelo The Economist em 1986 – Big Mac Index – um índice calculado sobre o preço do Big Mac em mais de 100 países, tendo como objetivo medir o grau de sobre ou subvalorização de uma moeda em relação ao dólar americano”, explica a marca. Esta conectividade global, associada à celebração do meio século da sanduíche, deram o mote à criação da MacCoin, que se apresenta em cinco designs diferentes que celebram cada uma das décadas do Big Mac.


“Esta é uma iniciativa global na qual o mercado português tem um papel muito importante e do qual nos orgulhamos muito”, diz a diretora de Marketing e Comunicação da McDonald’s Portugal, Inês Lima. “A distribuição das 65 mil MacCoins nas principais cidades, associada ao crescimento do turismo no país, vai certamente gerar muitas trocas de MacCoins oriundas de outros países pelo nosso Big Mac, em Portugal”, acrescenta.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Vídeo

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing