Marketing

Concertação na publicidade? APAN critica diligência “intrusiva” da AdC

A APAN – Associação Portuguesa de Anunciantes reagiu às buscas à sua sede por parte da Autoridade da Concorrência (AdC)), afirmando que “não encontra justificação para a mobilização dos recursos públicos exigidos para a realização de uma diligência tão intrusiva”.

quinta, 11 outubro 2018 10:41
Concertação na publicidade? APAN critica diligência “intrusiva” da AdC

 

Em comunicado, a associação confirma que no centro está um documento aprovado em 2009 – “Agência certa – Guia de boas práticas para concursos de agências de publicidade e comunicação”, documento esse elaborado em parceria com a APAP – Associação Portuguesa das Agências de Publicidade, a outra entidade visada pela AdC.

Além disso, é crítica da divulgação mediática das buscas “nos termos em que foi efetuada”. “A APAN foi surpreendida, no dia de ontem, com o comunicado publicado pela Autoridade da Concorrência (AdC) relativo a ‘busca e apreensão em duas associações do setor publicitário’. Mais surpreendida ficou com a publicação em diversos órgãos de comunicação social do seu nome enquanto alvo das ditas buscas. Contactada pela comunicação social, a APAN optou por não comentar, atento o facto de, segundo informada pela AdC, o processo se encontrar em segredo de justiça”, lê-se no comunicado.

A APAN acrescenta que não logrou identificar a fonte da informação, mas que “tem fundadas suspeitas” sobre a mesma.

Também a APAP, coautora do guia, foi alvo de buscas, já confirmadas pela secretária-geral da associação, Sofia Barros. A Briefing tentou obter junto da associação um comentário aos motivos da intervenção da AdC, mas ainda não foi possível.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing