Marketing

Há coerência no patrocínio à Eficácia. Garante a Kwanko

Uma decisão coerente. É assim que o Global CMO e board member da Kwanko, Christophe Matos, resume a decisão de patrocinar os Prémios à Eficácia. E explica: “Todo o nosso ADN baseia-se na eficácia e retorno das campanhas, uma vez que o nosso próprio modelo de remuneração está indexado aos resultados gerados para os anunciantes. Seria muito difícil conseguir um evento tão coerente com os nossos valores quanto este”. Para a empresa de marketing de performance, esta é uma oportunidade de marcar presença num evento de referência junto do público-alvo, isto é, das agências de meios e dos anunciantes nacionais.

terça, 23 outubro 2018 16:36
Há coerência no patrocínio à Eficácia. Garante a Kwanko

 

E, a propósito de coerência, sustenta Christophe Matos que o marketing de performance em si subentende a aplicação das práticas mais eficientes: “Todo o conceito tem por intuito otimizar, criar e gerar valor diariamente para garantir uma comunicação com retorno. A eficácia centra-se em cumprir metas para atingir um resultado e esta é a nossa especialidade. Há uma forte componente de métricas que vem sustentar as decisões e potenciar os resultados”.

Esta é uma estratégia à medida do digital, que, pelas métricas que oferece, é, “de forma natural”, a base do marketing de performance. “Todos os canais de comunicação têm métricas, sendo que, antes do digital, muitas delas serviam mais para justificar investimentos do que para otimizar performance”, comenta, adiantando que o marketing já foi offline, completou-se com o online e será em breve all-line. Daí que o marketing de performance seja hoje multiplataforma.

A propósito de métricas, defende o CMO da Kwanko que a prioridade é “mesmo” definir um objetivo. E concretiza: “Os anunciantes podem ter várias ambições que é preciso avaliar e cumprir, entre elas, criar um clima positivo à volta de um evento e potenciar visibilidade; aumentar o tráfego no site ou em loja; aumentar a base de dados e captar leads qualificadas para alimentar a sua força de vendas; promover a sua nova app e remunerar apenas os downloads e aberturas; ou simplesmente ter mais vendas diretas no site. É a partir daí que a eficácia se mede, “com resultados tangíveis onde as ferramentas de tracking têm um papel preponderante”. Sublinha, neste contexto, que “é importante que a eficácia seja real e não apenas um valor ininteligível difícil de avaliar”.

Quanto ao contributo da Kwanko para essa eficácia, responde que oferece um leque de soluções para responder a todo o tipo de ambições dos anunciantes”: “Somos uma fonte de ROI. O anunciante define as metas e somos apenas remunerados se cumprirmos. Apostamos nos maiores especialistas em otimização de campanhas e acompanhamos as agências e anunciantes nos seus desafios diários. Distinguimo-nos dos demais através de todos os pequenos detalhes que, no final, geram grandes diferenças. Destaco o facto de oferecermos aos anunciantes e agências que o necessitem todo o tipo de materiais criativos que serão remunerados consoante a performance dos mesmos. O Design é hoje cada vez mais cartesiano e rege-se por métricas fiáveis que levam ao objetivo final – a eficácia”.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing