Marketing

A Fuel dá sinais contra a violência

A FUEL lançou, em parceria com a Associação de Mulheres contra a Violência, a campanha “Primeiros Sinais”, alavancada no insight de que, antes de a violência física acontecer, há muitos outros sinais de alarme a considerar, podendo as palavras ser um deles.

terça, 04 junho 2019 10:58
A Fuel dá sinais contra a violência

 

“O número de casos de violência contra a mulher em Portugal é alarmante. Mas não queríamos usar a expressão física da violência (marcas físicas, sangue, etc.), como habitualmente acontece, pois, sendo a fórmula mais utilizada, pode banalizar-se, podendo também banalizar o problema”, explica Joana Cavaleiro, copywriter da FUEL.

“Foi desta preocupação que nasceu um momento de comunicação que é, em si mesmo, uma ação”, afirma o Art Director, Gabriel Mendes. “Uma ação que transforma o primeiro sinal de que alguma coisa não está bem numa ferramenta poderosa, que pode evitar que tudo piore. Uma ação que põe as palavras – tantas vezes usadas como forma de violência – no centro da comunicação, e que lhes atribui um papel decisivo, permitindo que elas sejam antes usadas como forma de denúncia”, acrescenta.

Através de uma linha de apoio direta da Associação das Mulheres Contra a Violência, disponível na plataforma WhatsApp, é possível colocar questões, pedir ajuda e/ou alertar para potenciais casos de violência.

Ficha Técnica

Título: “PRIMEIROS SINAIS”

Aunciante: AMCV

Produto: AMCV

Agência: FUEL

Director criativo: JORGE TEIXEIRA

Redactor: JOANA CAVALEIRO e HENRY MANDELBAUM

Director de arte: GABRIEL MENDES

Ilustrador: GABRIEL MENDES

Director de produção: PEDRO SILVA

Director de contas: SARA GUERRA

Planeamento estratégico: RITA BARRETO

Produtor: IVO CORDEIRO

Fotógrafo: IVO CORDEIRO

Modelos: CATARINA ANACLETO e CATARINA DUARTE

Primeiros Sinais Fuel peq

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing