Marketing

Influenciadores querem ser SocialPubli a full-time

A SocialPubli, plataforma de marketing de influência, afirma que 51,6% dos influenciadores pretende sê-lo a tempo inteiro e 60,8% dos inquiridos indica que a sua rede social preferida é o Instagram. Os resultados são do “I Estudo Global de Microinfluenciadores”, que mostra, também, que a ciência e o meio-ambiente são identificados como setores pouco explorados.

terça, 11 junho 2019 12:12
Influenciadores querem ser SocialPubli a full-time

“Porquê sobre microinfluenciadores? Os estudos desenvolvidos ao longo de 2018, através da nossa plataforma, tendo por base apenas o Instagram e que contemplam também o mercado português, demonstram que as taxas de engagement entre micro (<10.000 seguidores) e macro (<100.000) influenciadores são mais elevadas que as dos mega (<1.000.000) e top (>1.000.000). Para ser mais específico, as taxas de engagement para ações com micro situa-se na ordem dos 23,4%, nos 5,79% com macro, nos 4,06% com mega e nos 3,19% com top. Além disto, as ações desenvolvidas com micro e macro são mais credíveis, autênticas e económicas”, justifica o Country manager da SocialPubli em Portugal, Bruno Salomão.

Este estudo também dá a conhecer algumas curiosidades que, de certo modo, indicam a preponderância que a criação de conteúdos e a gestão das redes sociais assume na vida destes influenciadores, já que 47,4% garante passar mais de cinco horas ligados às suas páginas pessoais e 34,6% prefere fazê-lo no período da noite. Quando questionados sobre a periodicidade com que publicam fotografias ou vídeos, os inquiridos dividem-se: 29,4% publica pelo menos uma vez por dia, 27,7% partilha três vezes por dia e 19,9% duas a três vezes por dia.

O “I Estudo Global de Microinfluenciadores” revela dados sobre métodos de trabalho, hábitos e preferências/opiniões deste subtipo de criadores de conteúdo digital. Com base numa amostra de 1000 inquiridos, oriundos de países em que a SocialPubli detém actividade comercial – Espanha, EUA, México, Colômbia, Peru e Portugal –, este estudo analisa as respostas de influenciadores de diferentes gerações – Z, Y e X – e de ambos os géneros.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing