Marketing

Portuguesa, com certeza. É Yntenzo e artesanal

Expressar a arte da perfumaria artesanal made in Portugal. Era isto que Daniel Vilaça tinha em mente quando criou a Yntenzo. E de onde surgiu o nome? Das características das fragâncias da marca e do poder que lhes associa. Até porque, nas suas palavras, “os perfumes são inconfundíveis – têm aromas vibrantes, intensos e memoráveis”.

sexta, 14 fevereiro 2020 12:51
Portuguesa, com certeza. É Yntenzo e artesanal

 

A Yntenzo é uma perfumaria artesanal que apresenta fragâncias exclusivas, elaboradas por mestres perfumistas, através de uma seleção de ingredientes naturais, oriundos de diferentes partes do mundo, e que nasceu da Nortempresa – a primeira fábrica de perfumes em Portugal.

“Sabíamos que tínhamos o savoir-faire necessário para criar um projeto singular, bem diferente do que se encontra atualmente no mercado”, realça o fundador e CEO, Daniel Vilaça. Assim, a primeira loja foi inaugurada no dia 20 de dezembro de 2018, com o objetivo de dar a conhecer a arte da perfumaria portuguesa, mas também de proporcionar novas experiências.

Mas, para se encontrar a origem da Yntenzo, é necessário recuar até 2006, ano em que Daniel criou uma marca para fazer marketing olfativo, produzir identidades olfativas e eventos. Foi a aceitação positiva do projeto por parte dos clientes e a grande projeção do mesmo que levou a que, dez anos mais tarde, a Nortempresa fizesse “uma aposta arrojada” no negócio, ao construir a primeira fábrica dedicada, em exclusivo, à produção de perfumes em Portugal, num investimento superior a dois milhões de euros.

Foi depois de produzirem perfumes para várias marcas nacionais e internacionais que tomaram uma decisão: “Criar uma marca própria, à nossa imagem e que representasse os nossos valores e a nossa visão”.

A história que os perfumes têm para contar está na base da estratégia de comunicação da Yntenzo. Assim, o conceito de “fragâncias de nicho” que resultam de “fórmulas ricas e cheias de personalidade” é aquele que “dá força” aos produtos da marca e à forma como comunica. Para o CEO, é também importante que a comunicação reflita os valores da Yntenzo. Afirma, assim, que a qualidade dos ingredientes é a primeira preocupação no momento de criar um perfume exclusivo, destacando ainda que os perfumes são feitos à mão, com misturas de ingredientes selecionados. Na maioria, a escolha recai sobre ingredientes naturais e “muito diferentes dos que se encontram na perfumaria tradicional”.

Atualmente, há 30 combinações de perfumes, mas Daniel Vilaça deixa uma mensagem: “Há surpresas preparadas, até ao final do ano”. E sublinha que, ao nível dos perfumes personalizados, o número de combinações possíveis é incontável”.

O perfume para homem “Chestnut & Vanilla” e o “Blackcurrant & Coffee”, no segmento de mulher, são os mais vendidos das suas gamas, enquanto o “Oud Wood” é o best-seller da gama premium.

Mas nem só de perfumes se faz a Yntenzo. A marca tem ainda cinco linhas de corpo e casa, onde se incluem ambientadores, cremes, velas em cera vegetal e cerâmicas perfumadas.

O criador da marca afirma que não tem qualquer receio de que a Yntenzo seja vista como uma cópia da Equivalenza, pois considera que não se relacionam em nada. É que – diz – além de se afirmar como uma perfumaria artesanal com fragâncias exclusivas, “elaboradas por verdadeiros mestres perfumistas através da seleção dos melhores ingredientes naturais, oriundos de diferentes partes do mundo”, a Yntenzo também se diferencia com a sua loja, nomeadamente, pelo conceito de experience store e pelo design.

Questionado sobre o que se pode esperar, ao visitar a Experience Store, não hesita: “Uma experiência inesquecível”. São vários os motivos que levam a esta resposta, sendo o atendimento personalizado e centrado no cliente um deles, a que se juntam os workshops “Perfumista por um dia” – que dão a conhecer mais sobre a arte da perfumaria artesanal, fragâncias e particularidades de cada nota.

“De acordo com o seu gosto pessoal, e sempre com a ajuda de um mestre perfumista, o cliente pode criar o seu próprio perfume – que será uma fragância muito própria e exclusiva – que leva para casa, num frasco personalizado com o seu nome, ou com a mensagem que desejar”, revela.

A possibilidade de fazer um perfume para marcar um dia especial, ou uma relação com alguém, é, portanto, apontada como um fator de distinção e destaque, numa experiência que “não tem limites” e está “aberta à criatividade de cada um”. Daniel Vilaça exemplifica: “Imagine um casal de noivos que pode criar um perfume exclusivo para o dia de casamento…”.

A Yntenzo tem apenas lojas físicas no norte do País: no número 99 da Rua Souto, em Braga, e no número 226 da Rua Direita, em Chaves. Embora esteja, simultaneamente, presente no digital, através de uma loja online que expede produtos para a Europa, e que tem tido uma “boa aceitação”.

Segundo o CEO da marca, as lojas têm um “papel preponderante”, pois a experiência olfativa é “muito importante”. Contudo, não está prevista a abertura de mais, pois o foco atual é o Museu do Perfume, que se vai situar no último piso do espaço de Braga.

“Todas as embalagens têm uma história para nos contar sobre o nosso País”, revela Daniel Vilaça. Pintadas à mão e inspiradas nos azulejos e na calçada portuguesa, foram pensadas de forma detalhada, tal como os frascos de perfume, que assumem um aspeto “vintage e enigmático”, revelando-se um “motivo de orgulho” para a marca.

As embalagens são produzidas em material reciclado e todos os produtos são feitos e embalados à mão, o que reflete a preocupação com a sustentabilidade. A isto, acrescenta-se o facto de não serem utilizados ingredientes de origem animal.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing