Marketing

São Remote Creators em três semanas

Remote Creators é a nova aceleradora criativa que encontrou na pandemia a inspiração para o seu nome, modelo e propósito. Criada por Henrique Neves e Filipe Moreira, a startup irá atuar em projetos ligados à cultura organizacional, branding, comunicação e produtos digitais, num processo comprimido para um período de três semanas, ao qual chamam “creative hacking”.

segunda-feira, 01 junho 2020 11:13
São Remote Creators em três semanas

 

Além dos fundadores, a aceleradora conta com uma network internacional de especialistas que vão de artistas a neurocientistas, que podem ser acionados consoante a tipificação e necessidade de cada projeto.

“Somos fruto do caos. Neste momento de incertezas, nascemos para ajudar organizações a ‘hackearem’ os seus desempenhos e a manterem-se competitivas a longo prazo. Por isso, criámos um processo que otimiza prazos e custos, sem abrir mão da excelência criativa”, afirma Henrique Neves.

“Fomos o nosso primeiro cliente. Do insight ao lançamento, criámos a Remote Creators em apenas três semanas, no meio de uma pandemia e de maneira 100% remota. Para reforçar o nosso compromisso com o modelo, nada mais apropriado do que lançarmos agora, no momento em que o teletrabalho deixa de ser obrigatório em Portugal”, acrescenta.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing