Marketing

Marcas sentam-se nas salas de espetáculos

Foi lançado o projeto #garanteolugar, para que empresas e marcas adquirem os lugares das salas de espetáculos que ficarão vazios, devido às regras de limitação de lotação impostas pela estratégia de controlo da pandemia. O intuito da iniciativa é “garantir a sustentabilidade da programação cultural e a manutenção dos níveis de rendimento para a comunidade artística”.

terça-feira, 02 junho 2020 11:59
Marcas sentam-se nas salas de espetáculos

A ideia, da autoria de Raquel Pinhão e Teresa Pinheiro – conheceram-se em 2015 aquando da frequência do mesmo mestrado –, pretende, por um lado, apelar à responsabilidade social de empresas e marcas e ser uma ponte para que possam comunicar e agir junto do seu público; e, do lado das salas, criar de condições financeiras para a manutenção da programação regular, bem como minimizar os impactos financeiros negativos face à perda real nas bilheteiras.

“Em termos de execução, o #garanteolugar assumirá a função de mediação entre espaços e empresas, estabelecendo contactos e acompanhando a criação de acordos. Feito o encontro de vontades, a implementação passará sempre pela assinatura de contratos de apoio entre salas e empresas, através do quais as segundas adquirem os lugares não ocupados para os espetáculos já programados ou pensados pelos responsáveis das primeiras”, explicam.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing