Marketing

Federação de futebol chuta máscaras com os CTT

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) transforma milhares de cachecóis de apoio à Seleção Nacional em máscaras sociais reutilizáveis, que serão entregues pelos CTT. Todos os valores angariados revertem para a Rede de Emergência Alimentar.

segunda-feira, 15 junho 2020 09:58
Federação de futebol chuta máscaras com os CTT

 

As máscaras, disponíveis em tamanho adulto e infantil, foram produzidas com a ajuda da fábrica portuguesa Barata e Garcia, e estão disponíveis para venda na FPF Portugal Store. 

"Os portugueses marcam sempre presença no apoio à Seleção Nacional. Mesmo nos momentos mais complicados estão sempre lá. Numa altura difícil para os portugueses, a Seleção Nacional quer retribuir esse apoio e que melhor forma de o fazer que transformando cachecóis da Equipa das Quinas em máscaras sociais? (…) Queremos muito que as pessoas deem a sua cara por esta causa e usem a máscara com orgulho nacional, sabendo que todo o lucro gerado irá alimentar famílias carenciadas”, explica o diretor de Marketing da FPF, Nuno Moura.

A presidente da Federação dos Bancos Alimentares Contra a Fome, Isabel Jonet, considera “extraordinário”, que se consiga de uma “forma tão inteligente” e, aparentemente, “tão simples” juntar a reciclagem dos cachecóis à responsabilidade social, ao fazer reverter para a Rede de Emergência Alimentar os valores da venda das máscaras.

"Ao colocaram as máscaras da FPF, as pessoas estarão a proteger-se a si mesmos e a terceiros de eventuais contágios, mas também a alimentar quem mais precisa. É uma ideia inovadora que será certamente replicada noutros países. O facto de a produção ser nacional também é de destacar. Produzir e distribuir as máscaras com empresas portuguesas permite que haja emprego para muitas pessoas", concluiu.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Vídeo

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing