Marketing

Eventos das marcas podem ficar on, diz a LLYC

Os eventos ou outras apresentações de empresas aos media podem ser retomados e as marcas devem continuar a lançar novos produtos. Estas são as principais conclusões do estudo realizado pela LLYC – Llorente y Cuenca de Lisboa, que inquiriu 50 jornalistas para perceber a sua recetividade quanto à realização de sessões presenciais.

segunda-feira, 07 setembro 2020 11:56
Eventos das marcas podem ficar on, diz a LLYC

São cerca de 60% os jornalistas que consideram que os eventos podem ser retomados e 94% que acredita que as marcas devem continuar a lançar novos produtos. Além disso, 69% referiu sentir-se confortável em ser convidado a ir a um evento de uma marca e 53% diz que o facto de a insígnia assegurar transporte é um fator que influenciará a sua decisão.

Apesar disso, mais de 60% aponta os eventos presenciais como possíveis focos de contágio e, por isso, 70% diz que os eventos online são uma boa alternativa. De acordo com a opinião dos jornalistas inquiridos, a aposta das marcas e das empresas deve ser em “experiências phygitais”, que combinem simultaneamente tecnologia e interação presencial.

“Devido ao contexto da pandemia, todos os eventos tiveram de ser interrompidos ou repensados por tempo indefinido, o que tem sido um fator preocupante para as marcas e as empresas que continuaram sempre a comunicar e a lançar novos produtos e serviços. Por isso, sentimos a necessidade de conhecer melhor a forma como será viável e mais eficaz retomar estas iniciativas de comunicação e este ponto de contacto com os media, já que estes são stakeholders-chave para as nossas marcas”, explica a diretora de Consumer Engagemen e Digital da LLYC, Marlene Gaspar.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing