Marketing

A pureza da Lusitânia está INLU pés

Coloridos e produzidos à mão por artesãos portugueses. Assim se descrevem os modelos da INLU, uma marca de botas, mules e derbies, feitos de pele e cortiça. São “desejados por shoeaholics, que acreditam que estilo e conforto podem viver em harmonia num par de sapatos”, afirma a fundadora e CEO, Inês Lebre.

sexta-feira, 16 outubro 2020 12:50
A pureza da Lusitânia está INLU pés

 

Conceitualizada por mulheres com experiência em gestão e moda, a INLU nasceu com o objetivo de criar uma nova geração de calçado. Geração essa que se prendesse com os valores ousadia, conforto, consciência e adaptação – ao estilo único dos clientes.

Inês Lebre foi a mulher com um plano. A “lisboner” diz ter testemunhado o fluxo de talentos portugueses que se mudaram para as capitais da moda, como Londres, Paris e Nova Iorque. Para contrariar isso, sentiu necessidade de lançar uma nova marca, “que oferecesse uma oportunidade de preencher a lacuna do setor e reinventar a moda portuguesa para o mercado global”.

Com o crescimento do nome de Portugal lá fora, os holofotes viraram-se para os artesãos locais. Inês trabalhou, então, “na criação de uma marca que representasse o melhor do que o País tem para oferecer de maneira criativa – nomeadamente, artesanato deslumbrante”, juntando a isso um toque vanguardista, cores fortes e design inovador.

Pensada em 2017 e lançada na primavera do ano seguinte, a INLU surgiu com sugestões de cortiça, de forma a reforçar a forte ligação à cultura portuguesa. Além de estar associada à tradição do País, quer distinguir-se por fazer uso dela de uma forma “mais ousada, criativa e contemporânea”.

As práticas sustentáveis estão na base do conceito de criação, em prol de um impacto positivo na economia. A equipa criou parcerias com fabricantes e artesãos locais, que abraçaram o compromisso da marca, de “criar algo único”, produzindo todos os sapatos à mão e no País.

Os modelos podem ser encontrados em espaços multimarca físicos – Lisboa e Porto – e online ou mesmo no site da INLU. Já lá fora, os Estados Unidos, o Reino Unido, a China e Singapura são os mercados para os quais já são exportados.

Quanto à estratégia de comunicação, a fundadora e CEO da marca refere que o meio digital é para onde vai a maior fatia de investimento, 70%; já os restantes 30 são dirigidos ao físico.  A aposta é nas parcerias com influenciadores e no Instagram, onde tem uma “forte presença”. 

O caminho – descreve – foi “árduo, mas compensador” e a perspetiva é de crescimento. O objetivo da INLU é vir a ser uma marca de referência no segmento de moda sustentável.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing