Marketing

AdC condena, APAP contesta

A Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP) avança, em comunicado, que vai impugnar judicialmente a decisão da Autoridade da Concorrência (AdC) que a condena a uma coima de 3,6 milhões de euros por impedir as suas associadas de concorrerem livremente aos concursos de fornecimento de serviços de publicidade.

terça-feira, 27 outubro 2020 11:50
AdC condena, APAP contesta

 

A APAP refuta, na nota, a acusação de que foi alvo e “reitera que irá acionar todos os mecanismos legais ao seu dispor para repor o correto enquadramento dos factos, contribuir para o esclarecimento de toda a verdade e defender o seu bom nome, e dos seus associados”.

A associação liderada por Sofia Barros afirma que “sempre agiu, e continuará a agir, com rigor e transparência na defesa dos legítimos interesses e direitos de todos os seus associados”, sustentando que, nos 51 anos de atividade, “sempre tem pautado o seu comportamento pelo respeito por todos os agentes que operam no mercado”.

“A missão da APAP é a de contribuir, inequivocamente, para um mercado sustentável e de livre concorrência”, remata.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing