Marketing

Há sogras e lingerie no Natal da Licor Beirão. E o Daniel conta porquê

O Natal está aí à porta e, "inspirado" pelos efeitos da Covid-19, o Licor Beirão apresentou novas medidas de segurança, criativas e bem-humoradas para enfrentar a quadra com responsabilidade e distanciamento. “Elogie sempre a comida da sogra” e “não passe a ceia a ver stories da ex” são alguns dos conselhos da marca. O diretor-geral da J. Carranca Redondo, Daniel Redondo, troca este tom por miúdos, numa conversa em que também há lingerie à mistura.

quinta-feira, 03 dezembro 2020 12:30
Há sogras e lingerie no Natal da Licor Beirão. E o Daniel conta porquê

 

“Estamos num período crítico na vida dos portugueses, mas também se torna fundamental manter a boa disposição, ainda que com a devida distância de segurança”, começa por afirmar Daniel Redondo, acrescentando ser o “Licor Beirão uma marca que incentiva o convívio, a amizade e o encontro entre amigos e família”. “Mas, em tempos de pandemia, temos de ser responsáveis, sem perder o humor que caracteriza a nossa comunicação”, comenta.

Partindo destes princípios, o conceito criativo da campanha de Natal ficou a cargo da Coming Soon, dos criativos Pedro Bexiga e Marcelo Lourenço, que juntaram às recomendações das organizações de saúde – “lavar as mãos com frequência”, “usar sempre a máscara” e “evitar cumprimentos e apertos de mão” – algumas sugestões, como “não compre lingerie à Joana dos Recursos Humanos” ou “se a ceia estiver boa, não pergunte de onde a mandaram vir.”

“O português tem uma qualidade incrível que é conseguir rir-se de tudo. Todos percebemos que o assunto é sério [Covid-19], mas nada nos impede de tentar gerar conversa para tornar a situação mais tolerável. Não só achamos que é indispensável [aligeirar e animar as festividades] como seria uma oportunidade perdida, se não aproveitássemos para continuar a proporcionar momentos de boa disposição”, esclarece Daniel Redondo.

 A execução e a adaptação do conceito para o online, por sua vez, recaíram na 10.digital, a agência responsável pela comunicação digital do Licor Beirão, que este ano, além dos diversos ‘packs’ temáticos, exclusivos para esta quadra (como os estojos que podem incluir garrafa d’O Licor de Portugal, o copo clássico ou a nova miniatura de Beirão d’Honra), apresenta uma novidade.

“Uma árvore de Natal só o é realmente com os adereços temáticos da época. Juntámos o útil ao agradável e, este ano, teremos bolas de Natal com chocolates e miniaturas de Beirão no interior. Como já sabemos que o interior não deve chegar ao dia 25 de dezembro, sugerimos que preencham as bolas com mensagens queridas ou fotografias instantâneas com momentos inesquecíveis. E, assim, a utilidade das bolas permanece, mesmo depois de todos os chocolates terem sido apreciados”, contextualiza o diretor-geral.

Sendo “uma época muito relevante para a marca”, reconhece Daniel Redondo, “o investimento é bastante elevado” em termos de marketing e comunicação. “Embora a publicidade seja a parte mais visível, o grande foco é centrado nas ofertas promocionais para os nossos clientes: os tradicionais estojos de Natal e as ofertas dos copos exclusivos da marca e chocolates com Licor Beirão. Todas estas ofertas são suportadas pela empresa, não havendo qualquer aumento de preços”, sublinha.

Atendendo à essência da bebida espirituosa, conhecida por acompanhar as conversas dos portugueses e por estar em toda a parte, é quase impossível dissociar o Natal do Licor Beirão. E o Licor Beirão do Natal, altura em que atinge “um pico de vendas”.  “É uma oportunidade de reforçar os valores do Licor Beirão, como o convívio, a conversa, a amizade, o humor. É um período de tradições e das quais o Licor Beirão faz parte há muitas décadas, por ser uma marca que une gerações à mesa”, justifica Daniel, que faz parte da terceira geração de José Carranca Redondo, pai da bebida que, em 1940, deu origem à J. Carranca Redondo Lda, na Lousã.

E se nos primórdios José Carranca Redondo era considerado um pioneiro da publicidade e do marketing em Portugal, pela forma irreverente e divertida de comunicar, a descendência tentou manter-se fiel à receita da bebida e da comunicação. “Temos uma estratégia de continuidade que se desdobra em várias redes, das mais tradicionais à mais recentes, como o Tik Tok, por exemplo. Neste patamar, equilibramos a comunicação dos valores da marca com a venda de produto. Mas há sempre campanhas pontuais que são incontornáveis, como a do Natal, a Páscoa ou as férias de verão, sem nunca esquecer as formas de consumo, e outras que faça sentido lançar. A linguagem, essa, é sempre bem-humorada, leve e a tratar o consumidor por tu, salvo raras exceções. Somos um amigo que adora fazer parte da conversa”, lembra o diretor.

O facto de fazer questão de manter a tradição, os valores e a génese da marca, Redondo assegura, contudo, que o “rejuvenescimento da marca Beirão é um processo permanente e um desafio para toda a equipa, que define e implementa a estratégia” da empresa, que tem “tido algumas vitórias, como comprovam a presença em redes como o Tik Tok, Spotify e WhatsApp”, além das “mais ‘tradicionais’ Facebook, Instagram e YouTube.”

“Mas as redes são apenas um meio para comunicar com os diferentes segmentos e adaptamos sempre o conteúdo ao público-alvo. Quando a terceira geração da família, da qual faço parte, entrou na empresa, o Licor Beirão foi-se modernizando gradualmente, seja em termos de comunicação, seja em termos de estratégia global da empresa”, explica. E os resultados? “Os resultados estão à vista, com o Beirão a manter a elevada notoriedade de que goza há décadas e, ao mesmo tempo, acompanhá-la por um reforço de quota de mercado.”

Ao novo ano de 2021 o Licor beirão faz um brinde, partilhando daquele que acredita ser um desejo comum a todos, desejando o “regresso da normalidade” e o “fim da pandemia”. “É imperativo que possamos voltar à normalidade e, com isso, permitir a recuperação da economia e elevar o ânimo das pessoas. E precisamos de voltar ao convívio, algo que os portugueses fazem muito bem e que é fundamental para o nosso bem-estar coletivo”, finaliza Daniel Redondo.

 

 Há sogras e lingerie no Natal da Licor Beirão. E o Daniel conta porquê

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Vídeo

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing