Marketing

Segurança e sustentabilidade fazem turismo nos Açores

“Açores. Seguro por Natureza” é o mote da nova campanha da Associação de Turismo dos Açores (ATA), que promove o arquipélago como um dos lugares mais seguros da Europa em 2021 e o primeiro do mundo com certificação de destino turístico sustentável.

segunda-feira, 26 abril 2021 11:38
Segurança e sustentabilidade fazem turismo nos Açores

O conceito da campanha une a família à natureza, apresentando os Açores como uma “escolha natural para quem procura férias seguras”. A estratégia passa por oferecer experiências “únicas e autênticas” – como paisagens, mergulho, trilhos, observação de animais, surf e golfe – para mostrar quem são, como são e o que fazem.

Uma landing page – safe-to.visitazores.com –, banners, social media e digital sustentam a “Açores. Seguro por Natureza”, que, segundo o diretor de Marketing da ATA, Carlos Bessa, custou 100 mil euros e terá como principal foco o mercado nacional, mas será depois alargada a quatro países: Alemanha, França, Espanha e Reino Unido.

Carlos Bessa afirma que os objetivos macro 2021 são: consolidar a marca/imagem e comunicação do destino Açores; gerar notoriedade; projetar o arquipélago enquanto destino seguro e sustentável; e recuperar os fluxos turísticos da região.

A distinção “European Safest Destination 2021” e a certificação prata, atribuída pela EarthCheck 2019, de primeiro arquipélago do mundo certificado como destino turístico sustentável acompanham a promoção da região. Quanto à sustentabilidade, os Açores querem atingir o nível dois da EarthCheck.

“Aliar segurança e sustentabilidade” e ter uma “operação turística que prima pela segurança de todos” é por onde passa a estratégia de recuperação de turismo do arquipélago, disse a diretora do Turismo dos Açores, Rosa Costa, na apresentação da campanha, que decorreu em simultâneo em várias ilhas.

“Os números de infeção nas ilhas estão controlados” e a situação epidemiológica é diferente entre elas, pelo que o visitante pode optar por uma das nove ilhas onde o estado das coisas esteja melhor. Atualmente, o governo regional dos Açores paga o teste obrigatório, que deve ser feito 72 horas antes da partida e repetido seis e 12 dias depois da chegada ao arquipélago, no caso das estadias alargadas.

A Briefing foi a convite da ATA e do governo regional dos Açores até à ilha da Graciosa – onde não há casos ativos de Covid-19 –, para assistir à apresentação da campanha de promoção do arquipélago e experienciar como é um lugar seguro.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Vídeo

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing