Marketing

"A localização é tudo" na dreamMedia. Diz o Ricardo

“A dreamMedia é a empresa nacional que possui o maior parque de outdoors nos vários formatos (urbanos, médios e grandes formatos), e o único operador presente nos 18 distritos do país e em mais de 170 municípios, com concessões exclusivas em seis cidades, sendo operador predominante noutras oito”. Quem o diz é o CEO do Grupo, Ricardo Bastos, para quem “a localização é tudo”.

terça-feira, 13 julho 2021 12:32
"A localização é tudo" na dreamMedia. Diz o Ricardo

“Quando falamos em estratégia e adaptação do meio ao cliente, não se trata de adaptar o suporte em si, mas sim da própria escolha das faces, criando redes customizadas, pensadas campanha a campanha”, declara o CEO do Grupo dreamMedia, Ricardo Bastos, destacando que a dreamMedia quebrou o paradigma no que respeita à comunicação em outdoor. “Primamos por ter um acompanhamento muito próximo, auscultando as necessidades e, posteriormente, fazendo a seleção das posições e suportes mais adequados, de modo a criar campanhas mais eficazes, sempre de acordo com o objetivo do cliente, que se dirige assim de forma mais incisiva ao seu target”, explica.

"Localização é tudo!" é o conceito que está no epicentro estratégico e comercial, ou seja, os consultores comerciais aplicam, diariamente, uma política de proximidade ao cliente para criarem a sua própria rede de outdoors, não desperdiçando contactos e garantindo um maior ROI. “Esta nova forma de pensar e de atuar no meio surge porque sabemos que cada cliente tem as suas próprias necessidades, obrigando a planear de forma personalizada cada campanha. Deste modo, diferenciando-nos dos maiores players do mercado, que operam praticamente em exclusivo, o modo de venda em rede, ou seja, a venda de posições pré-selecionadas e sem um teor estratégico mais rígido, que terão maior ou menor cobertura e/ou frequência de acordo com o orçamento disponível por parte dos anunciantes”, avança.

Questionado sobre como se processa o enquadramento dos outdoors com as cidades, Ricardo Bastos afirma: “inspirados pelo meio, pelas suas caraterísticas e particularidades, somos embebidos em cada uma delas, fazemos parte do seu ritmo, sentindo-lhes o pulsar”. Os produtos são projetados e construídos para atender às necessidades dos municípios, sendo que a dreamMedia trabalha lado a lado com designers e arquitetos para produzir mobiliário urbano e suportes publicitários para as cidades de amanhã, tal como com paisagistas e urbanistas para garantir uma ocupação do espaço que esteja em harmonia com as caraterísticas da paisagem urbana. “Desta forma, preservando o que é nosso, preservamos as nossas cidades e cuidamos mais e melhor dos seus cidadãos”, garante. Relativamente à escolha da localização ideal para cada outdoor, o CEO diz que, como em qualquer ação de comunicação, há que avaliar o objetivo da campanha – drive to store, drive to online, impacto e notoriedade, entre outros –, o público-alvo a quem se destina, a duração pretendida e o budget disponível.

A combinação destes quatro fatores é “determinante” para a preparação de qualquer proposta e elaboração de uma estratégia adequada. Por isso é tão importante a passagem de um bom briefing e a definição clara dos objetivos pretendidos por parte dos clientes, acrescenta. Quanto aos outros serviços disponibilizados pela empresa, relembra que ao longo do percurso auscultaram as necessidades do mercado e perceberam que, para ir ao encontro das necessidades dos clientes e potenciarem os resultados das campanhas criadas, era necessário possuir um mix de meios, que se complementassem e permitissem maior alcance. “É daí que nasceram as áreas de Brand Activation e Roadshow, pensadas para campanhas numa ótica 360º e, como os meios são próprios e detemos toda a cadeia de valor internamente, temos uma autonomia que nos torna muito rápidos, eficientes e criativos nas estratégias criadas. Dependemos de nós mesmos”, frisa. Exemplificando, diz que a gama de meios Eco-friendly nasceu para dar resposta à crescente aposta das marcas em meios mais sustentáveis e amigos do ambiente. “Foi a resposta a uma necessidade que nós próprios também sentíamos. Queríamos diferenciar-nos e, ao mesmo tempo, contribuir para diminuir o impacto carbónico das ações, deixando uma pegada mais verde. Em breve teremos novidades bem interessantes, mas, para já, ainda é prematuro falar nelas. Fiquem atentos”, avisa.

“O outdoor por si só não traz maior notoriedade ou vendas por estar numa avenida onde um milhão de carros passa diariamente. É a combinação entre o meio e a mensagem que dita o sucesso. Quanto mais clara, impactante e criativa for, maior probabilidade de gerar resultados e tornar-se memorável”, sublinha. Falando de futuro e sobre como é que a dreamMedia perspetiva o mercado e quais são os principais desafios que antevê, Ricardo Bastos afirma: “estamos a assistir a uma crescente digitalização do mercado e a dreamMedia está empenhada em liderar esta vanguarda porque está preocupada em responder às necessidades das marcas, às novas exigências dos cidadãos e ao ritmo de transformação das próprias cidades”. Desta forma, prossegue, o propósito “está em criar cidades digitais para cidadãos digitais. Não que os outdoors tradicionais, estáticos, vão deixar de existir. Vão ser meios, em alguns casos, complementares, dependendo da mensagem que se quer transmitir e do contexto em que se insere”. O desafio passa, assim, por reconfigurar o parque, o que exige um “grande investimento” em capital humano e financeiro; auxiliar e instruir o mercado para esta transformação, mostrando todas as mais-valias de uma nova realidade e todas as vantagens desta nova forma de comunicar; e conseguir ter resposta célere dos próprios municípios, para conseguir uma mudança rápida e com relevância para todas as partes.

Porquê um outdoor da dreamMedia? Ricardo Bastos responde: “podia usar o nosso slogan, já que na dreamMedia damos vida à sua marca. Mas vai muito mais além. Temos faces auditadas, desde o início deste ano, o que nos permite que seja feita uma medição dos resultados e avaliados os impactos de comunicar num suporte nosso. Isto transmite não só uma grande transparência como uma segurança ao mercado, validando o meio out-of-home”. Neste âmbito, diz ainda: “se estudos indicam que 70% da população passa grande parte do seu dia fora de portas, porquê deixar escapar esta janela de oportunidade? Se a vida acontece lá fora, é aí que devemos estar! E nós estamos lá, com os melhores suportes, as melhores localizações, com dados que o permitem comprovar e com uma equipa extraordinária capaz de perceber as necessidades do cliente e oferecer o melhor serviço possível”.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing