Marketing

A SILICA vive o tempo

SILICA é sobre viver o presente, mais do que horas, minutos e segundos. É assim que Francisco Malvar, David Delgado e Paulo Alves definem a marca que lançaram há um ano. Uma marca de relógios, que promete um tempo diferente.

sexta-feira, 10 setembro 2021 12:54
A SILICA vive o tempo

TEMPO DE AMIZADE

A SILICA deu os primeiros passos pelas mãos de quatro amigos de infância, nascidos e criados na Lourinhã. Deles, são três os que agora ajudam a marca a crescer e nenhum deles tinha andado pelos lados da relojoaria. Francisco Malvar é designer de formação, com a chancela do IADE; David Delgado é arquiteto num ateliê em Lisboa; Paulo Alves é mestre em Gestão. Foi em 2018 que as conversas permitiram lançar a semente de um negócio próprio: dizem que foram partilhando experiências e que acabaram por se rever nas ideias uns dos outros. Daí até à vontade de criar um negócio focado no tempo foi um instante. Definiram que o relógio era o ponto de partida e avançaram com a criação da identidade da marca. E, em maio de 2020, deram-se a conhecer ao mercado, através de uma campanha de crowdfunding.

 

RELÓGIOS PORQUE…

Porque – dizem – ganharam consciência de que se vive a pensar no futuro e no passado, mas nunca no presente: “Quisemos criar algo focado nesse sentimento. Algo que nos ajudasse a ganhar consciência do tempo real, que não para, e que deve ser aproveitado em cada segundo.” Os relógios acabaram, pois, por ser uma escolha natural, por entenderem que “o ato de ver as horas cria uma relação estática entre a pessoa e o tempo”. “Naquele momento de contacto visual procuram-se as horas e os minutos, uma fotografia, sem noção de movimento.

Acreditamos que, ganhando consciência real do tempo, desbloqueamos conversas mais ricas, relações mais saudáveis e conquistas únicas.”

 

DAS PRAIAS

Sendo da Lourinhã, as praias surgem como uma inspiração natural. Mas, a explicação que dão é mais complexa: “Os instrumentos ancestrais de medição do tempo começaram com uma ligação muito forte a três elementos da natureza. O sol, a água e a areia. É nas praias onde conseguimos, de uma forma muito direta, encontrar estes três elementos e onde coexistem de forma natural e em harmonia.” O que explica o nome – SILICA. É um mineral que faz parte da composição da areia e porque, afinal, a areia está presente nos primeiros instrumentos de medição do tempo, como a ampulheta. “Quisemos aliar-nos a esta ideia quase primitiva e elementar, escolhendo a sílica como identidade da marca, já que é o elemento mineral mais representativo na composição da areia”, conta.

 

SEGUNDO A SEGUNDO

O design é minimalista. Resulta de um processo criativo demorado, suportado em muita pesquisa e fontes de inspiração, sempre centrado na mensagem da marca. E é assim porque o propósito é dar visibilidade ao ponteiro dos segundos e à mensagem “Different time”. Diferente porquê? Francisco, David e Paulo explicam que esta mensagem está para o relógio SILICA como o conceito de “ver que horas são” está para um relógio utilitário: “Ver que horas são é um ato que cria uma relação estática entre o relógio e a pessoa. Naquele momento de contacto visual com o relógio, procura-se o ponteiro das horas e o dos minutos, que não nos dão a perceção de que o tempo passa. Usar um relógio SILICA é mais do que transportar as ‘horas’ no pulso. É lembrarmo-nos de que cada momento conta.” E o ponteiro dos segundos? Mais uma vez, a ideia é que o contacto visual lembre ao utilizador que cada momento conta, que cada segundo, cada minuto, cada hora, devem ser vividos e desfrutados em plenitude. “É o foco no agora e não no tempo que falta para o que virá, nem no tempo que já ficou para trás. Queremos criar esta relação emocional entre o utilizador e o relógio SILICA”, realçam.

 

PASSADO, PRESENTE E FUTURO

Foi em maio de 2020 que lançaram a campanha de crowdfunding e, dizem, superou todas as expectativas, todos os objetivos. O que lhes deu força e motivação para acelerar o lançamento da marca. A 14 de outubro desse ano, venderam os primeiros relógios, ma loja online que criaram. E os resultados são “muito positivos”, com centenas de clientes e unidades vendidas. Para este ano, reina o otimismo. E é nele que se alicerça a vontade de continua a desenvolver novos modelos, sendo que já estão pensados alguns desdobramentos. “Queremos tornar cada vez mais real a necessidade de estar presente e viver cada momento junto do maior número de pessoas possível. A médio e longo prazo, queremos continuar a desenvolver designs, leia-se, coleções de relógios e outras linhas de produtos. Mas, primeiro, queremos consolidar-nos como uma marca de relógios.”

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing