Marketing

Pare de partilhar nas redes. Pede a Visapress

A Visapress lança uma campanha nacional multimeios contra a partilha de conteúdos editoriais nas redes sociais. A iniciativa da entidade responsável pela gestão coletiva dos direitos de autor imanentes dos jornais, revistas e jornalistas é veiculada em televisão, jornais, rádio e online.

terça-feira, 12 outubro 2021 15:32
Pare de partilhar nas redes. Pede a Visapress

Os meios de comunicação social em Portugal sofreram perdas superiores a 3,5 milhões de euros em setembro de 2021, resultado da partilha de jornais e revistas, em parte ou na totalidade, nas redes sociais. Esta análise compreendeu os maiores grupos de Telegram, que se dedicam à partilha de publicações distribuídas em Portugal, e foi possível perceber que em média, por dia, são partilhadas 88 publicações.

“A partilha de jornais e revistas de forma ilegal é um crime que a Visapress está comprometida em combater. Ainda assim, a velocidade do digital e do modelo jurídico vigente tardam em estar adequados. Relembrando que foi interposta uma Providência Cautelar contra o Telegram em novembro de 2020, e que é imprescindível que o Projeto-Lei 706, para combate à pirataria, que está neste momento a ser discutido na especialidade na Assembleia da República, suba a plenário para votação final,” afirma o diretor executivo da Visapress, Carlos Eugénio.

Além da campanha, a entidade desafiou o Governo a assumir um compromisso pela liberdade de imprensa através da criação de leis que permitam o combate à pirataria e partilha de conteúdos editoriais, em particular nas redes sociais.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing