Marketing

O que faz a Mateus Rosé nas redes sociais? O João responde

A Mateus Rosé tem consolidado a comunicação e crescido nas redes sociais em número de seguidores, mas sobretudo em engagement de qualidade.  São palavras do Head of Marketing da Sogrape, João Pedro Reis, para quem estas plataformas permitem reforçar a universalidade da marca.

quinta-feira, 19 maio 2022 12:29
O que faz a Mateus Rosé nas redes sociais? O João responde

“É uma marca com história, que nasceu da inovação e se mantém moderna e disruptiva, sabendo acompanhar e liderar as novas tendências ao nível das preferências dos consumidores”, começa por afirmar.  A prová-lo está a nova imagem, lançada em 2019, com um posicionamento mais contemporâneo e lifestyle. “Para nos conectarmos/ligarmos aos apreciadores de Mateus em todo o mundo, temos uma estratégia 360º que integra as componentes física e digital. Exemplo disso é a pool de influencers com diferentes perfis que respiram a essência da marca e permitem chegar aos consumidores em momentos de consumo, e com quem também nos juntamos presencialmente para celebrar Mateus”, acrescenta, salientando ainda o aumento de interações nas redes sociais nos mercados internacionais.

Quanto ao engajamento através das redes sociais e principais benefícios, João Pedro Reis começa por destacar que Mateus é apreciado por consumidores em todo o mundo. Reconhece que, no passado, existia uma enorme distância para os consumidores dos diferentes países e uma ausência de feedback, mas realça que hoje a marca mantém contactos diários a nível mundial. “Esta interação é transformacional, uma vez que conseguimos dar nomes, caras e momentos de felicidade àqueles que provam Mateus em todo o mundo. É a transformação de consumidores genéricos para pessoas e emoções reais. O maior benefício é podermos mais facilmente disseminar a essência da marca, que é `Viver o Mundo´, e saber que estamos a ter impacto”, esclarece. Por outro lado, agora consegue responder live a dúvidas e pedidos e captar sugestões e feedback, algo que no passado poderia demorar meses ou mesmo nunca acontecer. “Os fãs de Mateus têm agora a capacidade de se conectar com a marca e ter acesso a conteúdos e experiências que outros públicos não desfrutam, e isso permite reforçar a lealdade à marca”, declara.

Especificamente sobre as principais oportunidades oferecidas pelas novas formas de influenciar e impactar, João Pedro Reis sublinha que o mundo dos vinhos é particular em várias vertentes, nomeadamente ao nível da oferta e da regulação. Ao contrário de outros setores, existem milhares de vinhos e de marcas, pelo que a diferenciação é fundamental na hora de facilitar a escolha do consumidor. E como muito do consumo de vinho ocorre em convívio, é natural que se procurem marcas que sejam consensuais. “Mateus Rosé ocupa esse espaço para muitos momentos dos consumidores e o digital permite reforçar essa mensagem com investimento muito competitivo”, refere. Além disso, a regulação no setor dos vinhos é diferente em cada mercado, existindo, muitas vezes, detalhes por região ou estado que obrigam a um cuidado adicional na preparação de conteúdos e mensagens. “Mas, mais importante do que isso, talvez seja ainda a marca defender também o consumo com moderação. As redes sociais dão-nos tempo para falar com o consumidor e permitem promover a marca de forma saudável”, assegura.

A marca tem crescido não só nos mercados de maior dimensão, mas também noutros de menor escala em que, dificilmente, teria escala para investir em meios tradicionais. Um crescimento que atribui a todas as iniciativas desenvolvidas ao nível do produto, da comunicação no ponto de venda e nas redes sociais. “Em 2021, Mateus Rosé quebrou, pelo 2.º ano consecutivo, o recorde de vendas dos últimos 30 anos, com mercados muito distintos dos anos 90, mostrando que temos vindo a penetrar novos mercados com sucesso”, acrescenta. Em sua opinião, o futuro da comunicação será human-to-human, ou seja, de pessoa para pessoa. “Nesse sentido, as redes sociais são relevantes, mas é importante reforçar que a nossa principal peça de interação é o produto e aquilo que entrega e representa. Mateus Rosé resulta do trabalho de uma equipa incansável de viticultores e enólogos que mantêm a consistência do vinho de vindima para vindima. Para chegar aos consumidores, as garrafas de Mateus passam também pelas nossas equipas de logística e vendas e as dos nossos parceiros, que têm um grande carinho pela marca. É igualmente por causa destas pessoas e da sua paixão que alcançamos o sucesso”, acredita.

No que diz respeito à escolha dos influenciadores, explica que Mateus Rosé comunica em três territórios: um lifestyle jovem e moderno, as viagens que refletem a universalidade da marca, a música que gera momentos de convívio e o encanto que captou ao longo dos anos junto de artistas de todo o mundo. “Os nossos influenciadores são selecionados de forma a cobrir estes territórios”, declara.

Quanto aos passos essenciais para uma presença digital sólida e criativa, João Pedro Reis sublinha que Mateus vive de conceitos, histórias e celebrações traduzidos em momentos de consumo. “É fundamental ter um storytelling coerente que consiga transmitir os valores e pilares da marca, para que consigamos articular todos os conteúdos relevantes de forma integrada”, afirma, esclarecendo que a aspiração da marca é ter uma comunidade que se identifique e dissemine a sua maneira de ver o mundo. A propósito, recorda que o digital já existe há mais de 20 anos e antecipa que certamente estará para ficar, pelo que é indissociável de qualquer plano de marca. “Essa separação deixou de fazer sentido e devemos sempre adaptar as nossas ferramentas a novos formatos, tendo presente a estratégia da marca e os seus objetivos”, justifica. No que diz respeito ao futuro da marca nas redes sociais, sublinha que este ano se celebram os 80 anos do primeiro Mateus Rosé e revela que este mote será utilizado para reforçar a comunicação a todos os níveis. “Para futuro, o caminho é o reforço da liderança da categoria de Rosés em vários mercados e uma procura contínua de nos conectarmos com os apreciadores onde quer que estejam”, conclui.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing