Marketing

Controlo dos próprios dados? Consumidores querem

Mais de quatro em cada 10 pessoas trocariam para a sua segunda marca preferida se ela oferecesse uma experiência de privacidade mais positiva, de acordo o relatório “Privacy by design: the benefits of putting people in control”, da Google/Ipsos.

quarta-feira, 21 setembro 2022 11:14
Controlo dos próprios dados? Consumidores querem

A privacidade compensa aos anunciantes quando os clientes se sentem no controlo dos seus dados, ou seja, ajudar os consumidores a sentirem-se nesse controlo é fundamental para aumentar a sua confiança e a participação na preferência da marca. As concussões são do estudo encomendado pela Google à Ipsos, que envolveu mais de 20 mil europeus.

“O impacto de uma experiência de privacidade negativa supera o de uma positiva, por isso, após uma experiência negativa, será difícil trazer os clientes de volta. Em vez disso, é importante acertar à primeira”, afirma o presidente da Google EMEA, Matt Brittin.

Segundo defende o responsável, as pessoas preferem comprar marcas que lhes dão mais controlo sobre a sua privacidade, “seja ao pedir consentimento para personalização de anúncios ou a enviar lembretes para personalizar as configurações de privacidade”.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing