Mostrando artigos por etiqueta: marcas

quinta-feira, 09 abril 2020 10:48

Portal da Queixa tem Escolha do Consumidor

O Portal da Queixa vai passar a facultar informação estatística sobre marcas, ao abrigo de um protocolo com a Consumer Choice - Centro de Avaliação da Satisfação do Consumidor.

quarta-feira, 08 abril 2020 11:57

Marcas em Tempo de Guerra - #4 Pontes quebradas

Como ficou para a História, a I Guerra Mundial foi o estímulo que lançou, em definitivo, a nossa indústria das conservas de peixe. A comida enlatada surgia, então, como uma solução especialmente adequada às necessidades da guerra, e, assim, o sector explodiu. Mas circunstâncias adversas são também, como sabemos, tentações ao oportunismo —uma inevitabilidade à qual muitos empresários da nova indústria conserveira não foram imunes. O resultado? Milhares de latas cheias com serradura, talos de couve e cabeças de peixe foram enviadas para alimentar batalhões de soldados, impotentes, na frente do combate.

quarta-feira, 08 abril 2020 10:22

Pensar pro bono é Pirate em modo Saint

A Saint Pirate está a oferecer brainstormings pro bono a todas as marcas que queiram pensar, de forma conjunta, em ideias “sem fins lucrativos” e que “façam a diferença na vida das pessoas”. “Mais Saint do que Pirate” é o mote da iniciativa.

quinta-feira, 02 abril 2020 10:39

Estas marcas estão a marcar

SIC, RTP, Continente, Pingo Doce e TVI são as cinco marcas que alcançaram impacto positivo junto dos consumidores no atual contexto de pandemia, revela um estudo da Equação Lógica, relativo à Grande Lisboa e Grande Porto. Já em termos de reconhecimento lideram SIC, Continente, Pingo Doce, RTP e Auchan.

quarta-feira, 01 abril 2020 12:11

Marcas em Tempo de Guerra – #3 Orgulho e preconceito

“Enquanto os outros choram, venda lenços”, diz o adágio. Com a sabedoria que reconhecemos ao povo, o conselho é claro: há sempre oportunidades para agarrar, mesmo quando a situação está longe do ideal. No abstracto, é um bom estímulo empreendedor. Mas e quando o chorar não for apenas uma metáfora e sim uma dura realidade... o que fazer, então, aos lenços?

quarta-feira, 01 abril 2020 11:25

O Euro foi adiado. O que dizem os patrocinadores nacionais?

Ajustes na estratégia de comunicação, mas manutenção do apoio à Seleção Nacional de Futebol. É esta a resposta do Continente, da Galp e da Hertz ao adiamento do Euro 2020, uma notícia que receberam sem surpresas, tal como a Altice e a Sagres, que consideram que a prioridade é o momento atual, de pandemia.

quinta-feira, 26 março 2020 11:55

Marcas em tempo de Covid-19? LLYC aponta tendências

A crise global da Covid-19 vai acelerar algumas tendências junto das marcas e dos consumidores, garante a LLYC. Segundo um estudo da consultora, a capacidade de antecipação, a flexibilidade nas estratégias, a digitalização, a autenticidade, o compromisso social e o ativismo por parte das marcas “serão mais essenciais do que nunca”.

terça-feira, 24 março 2020 13:16

Em tempos de Covid-19, como estão as marcas a ajudar?

Da oferta de espaço publicitário para difundir mensagens preventivas à conversão de unidades fabris para produzir gel desinfetante, passando pela oferta direta de equipamentos às unidades de saúde, a responsabilidade social das marcas está a ser canalizada para a luta contra a Covid-19. Exemplos há muitos.

quarta-feira, 18 março 2020 11:24

Marcas em Tempo de Guerra - #1 Aqui e agora

Num artigo escrito para a revista Backstage Talks, intitulado “É o que fazemos valioso o suficiente?”, Milan Semelak, criador de marcas, relata um raciocínio pessoal que acredito ser, nas circunstâncias atípicas que vivemos, muito pertinente recuperar. Motivado por uma questão colocada pela mulher sobre que ocupação teria em tempo de guerra, Semelak começa por duvidar da utilidade da comunidade profissional a que pertence — criativos, designers, marketeers e por aí adiante — numa situação tão extrema. Como o próprio admite, num esforço de guerra, quando as pessoas estão a lutar pela sobrevivência, logotipos chiques, campanhas de publicidade e retórica de marketing não são propriamente necessidades de primeira linha. Neste contexto, um arquiteto ou um padeiro, por exemplo, seriam mais importantes, na medida em que, segundo Semelak, produzem valor efetivo para as pessoas que os rodeiam.

quarta-feira, 11 março 2020 10:44

Já há Marcas de Confiança das Selecções

São 60 as Marcas de Confiança em 2020 reveladas pelo estudo da Revista das Selecções do Reader’s Digest, com a Abreu, a Centrum e a Nívea a serem distinguidas nas 20 edições do estudo. Este ano há cinco novas categorias em análise: brinquedos/jogos didáticos, centros comerciais, robôs de cozinha, ginásios/centros de fitness, clínicas de implantes dentários.

Pág. 3 de 34

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing