Media

Quebra do “rating” da República acelera privatização da RTP

rtp

A estação pública de TV vai ter de amortizar 208 milhões de euros a curto prazo.
sexta-feira, 15 julho 2011 11:36

O pagamento antecipado da dívida da RTP perante o banco alemão DEPFA vai precipitar a privatização da empresa pública de TV. De facto, antes do final do ano, o accionista Estado vai ter de fornecer à RTP meios financeiros para que esta amortize 208 milhões da dívida que está contraída naquela instituição.

O pagamento antecipado resulta de uma cláusula de salvaguarda do contrato no caso de quebra do “rating” de Portugal, cenário que tem estado a concretizar-se nos últimos meses e se acentuou em Abril.

Ora, a injecção de capital por parte do Estado – embora contribua para aumentar o défice orçamental do corrente ano - vai atenuar significativamente a dívida da RTP e elimina o maior obstáculo à sua privatização.

O governo de Pedro Passos Coelho vai assim, a curto prazo, cumprir a anunciada privatização da empresa presidida por Guilherme Costa.

Fonte: Briefing

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing