Media

Modelo de privatização da RTP começa hoje a ser definido

rtp
É já hoje, dia 24, que se começa a decidir o destino da RTP. O processo vai arrastar-se durante dois meses de modo a discutir um novo plano de reestruturação da empresa pública, a redefinição do conceito de serviço público dos media e o modelo de privatização de um canal do grupo.
quarta-feira, 24 agosto 2011 12:19


Hoje, na Presidência do Conselho de Ministros, as nove pessoas escolhidas por Miguel Relvas, ministro da tutela, recebem os pormenores do seu trabalho: ajustar o conceito de serviço público à actualidade. Enquanto isso, Guilherme Costa, presidente do conselho de administração da RTP, terá que traçar um novo plano de cortes e entregá-lo até 15 de Setembro.

Por culpa do governo, a apresentação do novo modelo de privatização da RTP ainda está sem data marcada. Apesar disso, vários elementos já assumiram uma posição.

O sociólogo Manuel Vilaverde Cabral defende que a RTP1 deveria transferir algumas funções de serviço público para a RTP2 "na certeza de que as suas audiências nunca seriam semelhantes às de um canal comercial", assim seria, ainda de acordo com o sociólogo, “estancar a hemorragia financeira de um canal que ainda por cima faz concorrência aos canais comerciais”

Fonte: Económico

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing