Media

Nuno Simas apresenta queixa-crime

SIED

Nuno Simas, o ex-jornalista do Público que foi alegadamente espiado pelo Serviço de Informações Estratégicas da Defesa (SIED), decidiu apresentar uma queixa-crime no Ministério Público.
terça, 30 agosto 2011 15:16


Em declarações à agência Lusa, Nuno Simas referiu já ter dado instruções ao seu advogado para que apresente uma queixa-crime para esclarecer aquilo que parece ser uma devassa da sua vida privada. O processo deverá dar entrada no Ministério Público ainda esta semana.

No passado fim-de-semana, o Expresso noticiou que o SIED “espiou” o telemóvel de Nuno Simas “com o objectivo de descobrir as eventuais fontes do jornalista”, tendo tido acesso à factura detalhada das chamadas e das mensagens do jornalista.

Para além desta queixa agora apresentada por Nuno Simas, actual director adjunto de Informação da agência Lusa, também o jornal Público já anunciou que vai pedir às autoridades competentes a abertura de um inquérito para investigar a alegada espionagem.

Fonte: TSF

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing