Media

Balsemão acusa governo de querer acabar com operadores privados

Francisco Pinto Balsemao

Francisco Pinto Balsemão demonstrou a sua oposição relativamente à privatização da RTP. O descontentamento do presidente do grupo Impresa sobre esta medida foi proferido no discurso de abertura da conferência "Media do Futuro", organizada pelo jornal Expresso e SIC Notícias, que decorre ao longo do dia de hoje no Hotel Ritz, em Lisboa.

quarta-feira, 26 outubro 2011 13:34


Salientando a importância que os media profissionais independentes desempenham numa democracia, Pinto Balsemão acusou o governo de querer acabar com os operadores privados através do "processo apressado da privatização da RTP": "Se a ideia não é acabar connosco, com os operadores privados, com os produtores independentes, com os jornais e com as rádios privadas, parece. Se é, arrisca-se a ser eficaz", referiu.

Evidenciando que o sector privado não reclama qualquer tipo de ajuda, estando, inclusive, preparado para auxiliar o país a ganhar competitividade, o presidente da Impresa adiantou, porém, que os meios independentes não podem aceitar "que seja o próprio governo a introduzir mais elementos de disrupção que ponham em causa todos os objectivos económicos e sociais, sem benefícios evidentes para ninguém".

Com a privatização do canal público português nos moldes anunciados esta segunda-feira, 24 de Outubro, pelo presidente da RTP, Guilherme Costa, haverá um aumento de 40 por cento da oferta de espaço publicitário. Tal facto, combinado com a diminuição da procura de publicidade em televisão – que entre 2007 e 2011 diminuiu cerca de 30 por cento –, provocará uma "queda potencial de receita em torno dos 60 por cento para os operadores privados existentes, com dramáticos efeitos em cascata sobre a imprensa, a rádio, a internet", explicou Pinto Balsemão.

Em jeito de crítica, o presidente do grupo Impresa proferiu: "Acabar com o que ainda existe de jornalismo livre e independente em Portugal, ou mesmo limitar as condições do seu exercício é altamente perigoso nos tempos que hoje vivemos".

Fonte: JLMA

quarta-feira, 26 outubro 2011 13:37

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing