Media

Governo e Euronews em negociações sobre futuro do serviço

Governo e Euronews em negociações sobre futuro do serviço

O futuro do serviço em língua portuguesa na Euronews está suspenso de negociações entre o governo português e a estação televisiva internacional. O contrato entre a Euronews e a RTP expira a 31 de Janeiro próximo, tendo o ministro que tutela a Comunicação Social, Miguel Relvas, admitido a não renovação da parceria.

sexta-feira, 25 novembro 2011 12:53

 

 

Contudo, para evitar este desfecho esteve em Portugal o director-geral da Euronews. Segundo o Diário Digital e o semanário Sol, que citam a agência Lusa, Michael Peter apresentou uma proposta que viabiliza a continuação da relação entre as duas estações.

Peter reuniu-se com dois membros do governo: o secretário de Estado-adjunto do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte, e o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário. Em cima da mesa esteve um plano que prevê a separação de encargos no actual contrato: a RTP manter-se-ia como accionista da Euronews, com uma participação de 1,4% no capital e encargos na ordem dos 360 mil euros anuais; e o serviço em língua portuguesa seria assumido pelo próprio executivo, por exemplo na esfera dos Negócios Estrangeiros.

A não renovação do contrato foi uma hipótese avançada em Agosto último pelo ministro Miguel Relvas, que, numa audição no Parlamento, sustentou que a RTP não tem condições para continuar a pagar o serviço: "Nós pagamos dois milhões de euros por tradução, não temos nenhuma responsabilidade na linha editorial e eu considero que um bom acto de gestão e de valorizar o dinheiro dos impostos dos portugueses é atacar estes problemas de frente", afirmou.

Contudo, a Euronews já veio contestar esta posição, sustentando que o serviço não é tradução, mas sim jornalismo em língua portuguesa, e assegurando que Portugal paga o preço mais barato pelo serviço de que beneficia. Além disso, acrescenta a estação televisiva internacional, o contrato assinado com a RTP "é um excelente investimento".

Para já, não há uma decisão e a questão de renovar ou não o contrato está a ser equacionada pela RTP e pelo governo.

Fonte: Diário Digital e Sol

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing