Media

APAN não aceita dois sistemas

APAN não aceita dois sistemas
Num comunicado sobre a situação das audimetrias, a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) reafirma apoio às decisões consensuais da CAEM.

quinta, 29 março 2012 18:30

Eis o teor do comunicado:

"Os anunciantes atribuem muita importância ao investimento em publicidade na televisão, desde logo pela sua capacidade intrínseca de impactar grandes audiências e depois pelo grande peso do seu orçamento em publicidade, afetos a este meio.

A Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) tem defendido sempre, e nas suas várias vertentes, a autorregulação, razão pela qual participa em vários órgãos tripartidos do setor (anunciantes-agências-meios).

É neste contexto que a APAN tem participado desde a primeira hora, no seio da CAEM - Comissão de Análise de Estudos de Meios, no processo de seleção e implementação do novo sistema de audiências de TV (TAM) em Portugal.

A APAN está, por isso, de acordo com todas as posições e compromissos que a CAEM tem tomado ao longo de todo o processo descrito, que recorda, foram sempre tomadas por unanimidade entre as três secções da CAEM: Anunciantes; Agências; Televisões.

A APAN, embora respeitando as posições dos seus parceiros, não compreende como se pode pretender sair do processo nesta fase tão avançada, sobretudo sabendo-se que todas as questões e dificuldades, tem sido tratadas e ultrapassadas no seio da CAEM.

A APAN recorda que não é aceitável a existência de dois sistemas de medição de audiências de um mesmo meio no mercado e que sempre respeitará o sistema aprovado pela CAEM, entidade que representa o conjunto do setor".


Outras notícias sobre o tema:

TVI fala em repetidas "incorreções, falhas, omissões" nas audiências
SIC diz que "mudanças de opinião" nas audiências são lamentáveis
CAEM estranha decisão da TVI


Fonte: APAN

segunda, 02 abril 2012 09:11

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing