Media

Receitas da Impresa caíram 9,1% no primeiro trimestre

Receitas da Impresa caíram 9,1% no primeiro trimestre
As receitas totais do grupo Impresa caíram 9,1% no primeiro trimestre deste ano em comparação com igual período de 2011, tendo passado dos 57,8 milhões de euros para os 52,6 milhões.

segunda-feira, 23 abril 2012 18:00

Em comunicado, o grupo liderado por Francisco Balsemão afirma que esta redução se fica a dever, principalmente, à quebra de receitas de publicidade. A Impresa refere que apesar desta queda registou-se "um crescimento nas receitas de subscrição de canais, de multimédia e de produtos associados".

As receitas totais de televisão caíram dos 38,4 milhões de euros para os 36 milhões e as da área de publishing passaram de 18,3 milhões para 15,9 milhões. Uma quebra de 6,3 e 13,3 por cento, respetivamente.

Em termos globais, e em relação ao primeiro trimestre de 2011, registou-se uma melhoria do resultado líquido negativo, que passou de -3,44 milhões para --3,32.

Na SIC, as receitas de publicidade passaram de 22,2 milhões para 19,1, uma quebra de 14,2 por cento. As receitas de subscrição de canais aumentaram dos 10,7 milhões para os 11,2, assim como as de multimédia, de 3,7 para 4,3 milhões.

A Impresa refere que o aumento das receitas de subscrição foi impulsionado, novamente, "pelas receitas internacionais e pelo ligeiro crescimento do mercado doméstico". Na área de multimédia essa subida ficou a dever-se aos novos concursos introduzidos durante a segunda metade de 2011.

Na área de publishing, as receitas de publicidade caíram de 8,1 milhões de euros para 6,6 milhões, uma quebra de 19,1%. Quanto à circulação, a queda de receitas foi de 10,7 por cento, tendo descido dos 8,4 milhões do primeiro trimestre de 2011 para os 7,5 milhões nos primeiros três meses deste ano.

Fonte: Impresa

quarta-feira, 25 abril 2012 16:10

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing