Media

Contas do Público continuam negativas

O volume de negócios do diário Público situou-se nos 15 milhões de euros em 2015, traduzindo uma quebra face a 2014. Em queda está também o EBITDA, que, excluindo 1,8 milhões de euros de custos de restruturação, foi negativo em 3,3 milhões.

segunda-feira, 14 março 2016 10:40
Contas do Público continuam negativas

Estes dados constam do relatório e contas da Sonaecom, onde se assinala que, durante o primeiro semestre do ano, o Público conseguiu melhorar o EBITDA e fazer crescer ligeiramente as receitas. O documento sublinha também que a tendência negativa das receitas de publicidade e circulação offline, juntamente com o plano de reestruturação implementado no final do ano, originaram uma evolução negativa dos indicadores de desempenho financeiro do jornal.

Destaca-se no relatório que 2015 foi marcado por "conquistas importantes", nomeadamente o crescimento em circulação – "o Público foi o jornal generalista diário que apresentou maior crescimento em circulação total, de acordo com a APCT – , 14 prémios de jornalismo, fotografia e design – "destacando-se a menção honrosa na categoria de melhor website de notícias da European Digital Media Awards, superado apenas pelo The Guardian –, reforço da presença no mercado internacional, principalmente no Brasil, através da coorganização de alguns eventos com a Globo e parcerias de conteúdos com a UOL e a Livraria Cultura.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing