Publirreportagem

Missão Continente promove o Primeiro Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal

Portugueses querem mais investimento na Educação, Turismo e Energias Renováveis

Educação, Turismo, Energias Renováveis são apontados pelos portugueses como os sectores mais competitivos e cruciais para o desenvolvimento do País. Esta é uma das grandes conclusões do Primeiro Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal, promovido pela Missão Continente com a coordenação científica do Instituto de Ciências Sociais da Universidade e Lisboa (ICS-ULisboa), cuja apresentação contou no passado dia 6 de setembro com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

sexta-feira, 16 setembro 2016 12:37
Missão Continente promove o Primeiro Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal

Para o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa "a primeira palavra a este inquérito é de elogio. Quer saber-se o que os portugueses pensam sobre eles próprios e essa informação, tratada cientificamente, é muito interessante. Este tipo de trabalho não é só um retrato do país, é um catalisador do futuro dos portugueses. Temos de complementar a perspetiva económico-financeira com uma perspetiva sociocultural, permanente. É da simbiose das duas que resulta aquilo que precisa o país".

Luís Moutinho, CEO da Sonae MCPara Luís Moutinho, CEO da Sonae MC, "Para a Missão Continente é importante perceber como é que os portugueses veem o seu futuro e o do País e quais as suas prioridades para que possamos garantir um futuro mais sustentável. Esta é a razão principal pela qual entendemos realizar o Primeiro Grande Inquérito à Sustentabilidade em Portugal, com a coordenação científica do Instituto de Ciências Sociais. Acreditamos que desta forma a Missão Continente conseguirá ir cada vez mais ao encontro das expetativas e necessidades dos Portugueses e contribuir para um Portugal melhor, mais saudável e sustentável ".

Para a socióloga e investigadora Luísa Schmidt, "a parceria com a Missão Continente para a realização deste estudo assumiu-se como uma oportunidade importante para aferir as perceções e práticas relativamente à sustentabilidade nas suas diversas dimensões: ambiental, económica, social e de participação, pois, em geral, fala-se no tema mas não se avança no conhecimento sobre ele. Foi importante também perceber os impactos da crise económica que se abateram sobre os portugueses e os consequentes constrangimentos nas práticas de lazer e de consumo, incluindo as alimentares. Foi possível detetar dois tipos de respostas à crise: por um lado, os grupos sociais que 'fizeram da necessidade, virtude' optando por práticas mais sustentáveis – por exemplo frequentar cada vez mais jardins e parques públicos ou cultivar uma horta urbana; e por outro lado, os que se viram de tal forma forçados a diminuir os seus consumos que se sentiram socialmente excluídos".

O Primeiro Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal pretende traçar um retrato da sociedade portuguesa nas áreas do consumo sustentável, alimentação, ambiente, investimento e políticas públicas. Na apresentação dos resultados do estudo, estiveram ainda presentes o Ministro do Ambiente, José Pedro Matos Fernandes e do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, entre outros representantes de áreas estratégicas em Portugal.

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing