Media

Como se passa do anonimato a presidente de um clube? António Varela explica

"Num tempo em que a nossa experiência é cada vez mais a que nos é proporcionada pelos media, vê-se que muitas vezes os protagonistas construídos para os media acabam por não se rever nessa identidade". São palavras do jornalista António Varela e atestam a conclusão a que chegou no processo de investigação que conduziu ao livro "A Ascensão Mediática de Vale e Azevedo", que integra a coleção NewsMuseum e é hoje lançado em Lisboa.

sexta, 17 fevereiro 2017 12:23
Como se passa do anonimato a presidente de um clube? António Varela explica

Tudo começou com um trabalho académico no âmbito de um programa de estudos de mestrado em Ciências da Comunicação, na Universidade Nova de Lisboa. António Varela, jornalista do Record, escolheu Vale e Azevedo. E porquê? Por – diz à Briefing – "protagonizar um caso peculiar de alguém que era anónimo do grande público, no caso a massa adepta do Benfica, e se propôs ser presidente do clube. O facto de o ter conseguido em apenas ano e meio, com duas eleições – uma perdida e outra ganha – pelo meio, foi suficiente para motivar a investigação": "O que pretendi foi verificar como Vale e Azevedo construiu uma identidade que o tornou indiscutível na agenda mediática, tendo a partir daí conquistado a audiência".

A ascensão mediática aconteceu em 1996 e 1997, os anos da caminhada de Vale e Azevedo à liderança do clube, caminhada essa a que, diz o autor do livro, não é alheia uma estratégia de comunicação na qual demonstrou dominar os mecanismos da agenda mediática.

Para o confirmar, António Varela mergulhou nas peças jornalísticas referentes ao protagonista da investigação, publicadas pelos diários especializados em desporto, a saber A Bola, O Jogo e Record, entre abril de 1996 e novembro de 1997. Completou essa pesquisa com entrevistas a diretores, editores e jornalistas. E, finalmente, com uma entrevista ao próprio Vale e Azevedo, então detido no Estabelecimento Prisional da Carregueira (Belas, Sintra). Foi – comenta – "uma peça muito valiosa, porque nela são explicitadas a motivação que o levou a avançar e a estratégia de comunicação", permitindo responder à questão "como é que conseguiu".

"A Ascensão Mediática de Vale e Azevedo" é lançado hoje, com apresentação de João Pissarra Esteves, da FCSH/Universidade NOVA de Lisboa e autor do prefácio da obra, e de Rodrigo Moita de Deus, diretor do NewsMuseum.

 

Como se passa do anonimato a presidente de clube?

Como se passa do anonimato a presidente de clube?

Como se passa do anonimato a presidente de clube?

Como se passa do anonimato a presidente de clube?

Como se passa do anonimato a presidente de clube?

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

segunda, 20 fevereiro 2017 12:23

bt nl

Facebriefing