Media

A ambição da Super Bock aos 90 anos na B91

Crescer fora de Portugal. E alargar o portefólio. Estes são os dois eixos da ambição da Super Bock, assumidos pelo novo administrador de Marketing da Unicer, Nuno Bernardo, o protagonista de capa da edição 91 da Briefing.

sexta, 17 março 2017 12:58
A ambição da Super Bock aos 90 anos na B91

Em entrevista, o marketeer cuja carreira se construiu fora de portas nos últimos 16 anos garante que quer fazer da Super Bock a cerveja portuguesa mais consumida no mundo. Em Portugal lá é líder em valor, tendo crescido 3% em 2016. A celebrar 90 anos, sob o mote da amizade, a marca quer agora reforçar as credenciais cervejeiras residentes em Leça do Balio e alargar o portefólio, dando continuidade à experiência da 1927.

De outras marcas se fala nesta edição, nomeadamente das que enveredaram pelo caminho da comunicação assente em emoções e que levaram para a publicidade famílias reais: é o caso da Médis, do Minipreço, do Jumbo, da Nacional e do Pingo Doce. Anunciantes e agências testemunham a eficácia desta abordagem.

É também sobre pessoas reais – neste caso, mulheres – a primeira exposição temporária do NewsMuseum. Intitula-se Macho Media e visa mostrar como o feminino tem sido abordado na comunicação social. Numa curadoria da Associação Capazes, é inaugurada a 25 de abril, assinalando o primeiro aniversário do museu.

Por esta altura estará a começar, no Porto, a cimeira global da I-COM, organização centrada no smart marketing. O CEO, Andreas Cohen, apresenta, em entrevista, as virtudes de um uso inteligente da informação. Os dados, diz, são a nova moeda do marketing.

Nesta edição, há lugar ainda para ficar a conhecer a Impressão Digital de Inês Veloso, diretora de Marketing da Randstad.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Facebriefing