Media

Medo e autocensura? Os jornalistas sabem o que é

Os jornalistas europeus são expostos, com frequência, a sérias e injustificadas interferências no seu trabalho, incluindo intimidação e violência, o que os faz ter medo e abre caminho à autocensura. A conclusão é de um estudo do Conselho da Europa, que envolveu 940 jornalistas dos 47 países membros.

quinta, 20 abril 2017 12:36
Medo e autocensura? Os jornalistas sabem o que é

Cerca de um terço dos jornalistas que participaram no inquérito afirmou mesmo ter sido alvo de violência física. A principal interferência, de que deu conta 69% da amostra, foi a violência psicológica, incluindo intimidação, ameaças, difamação e humilhação.

A segunda principal queixa prende-se com o ciberbullying, relatada por 53% dos jornalistas e que s e manifesta sobretudo sob a forma de acusações de parcialidade, ataques pessoais ou campanhas públicas de difamação.

Intimidação por parte de grupos de interesse foi a terceira interferência mais denunciada, dela tendo dado conta metade dos inquiridos.

De acordo com o Conselho da Europa, o estudo "Jornalistas sobre pressão: interferência injustificada, medo e autocensura na Europa" visa contribuir para o debate sobre as ameaças à liberdade de imprensa, que "têm crescido na Europa nos últimos anos".

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Facebriefing