Media

Timor agradece a jornalista portuguesa

A jornalista da Renascença Anabela Góis acaba de ser distinguida com a Ordem de Timor-Leste. Uma condecoração que reconhece, e agradece, comportamentos ou atos com contributo benéfico para o país, para os timorenses ou para a humanidade. 

sexta, 19 maio 2017 13:00
Timor agradece a jornalista portuguesa

Esta distinção, atribuída pelo Presidente da República de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, visa reconhecer o mérito que os jornalistas tiveram na denúncia da opressão social vivida durante a ocupação da Indonésia.

Como referido em comunicado, Anabela Góis esteve várias vezes em Timor, sobretudo na segunda metade da década de 90, como repórter da Renascença "dando conta dos acontecimentos e dos problemas que o país enfrentava na luta pela independência".

A propósito, o Presidente timorense elogiou a coragem dos jornalistas: "Foi a imprensa que alertou o mundo para o que se passava neste pequeno território". Por sua vez, Anabela Góis considerou a cerimónia como um momento muito emocional onde "foram homenageadas pessoas que deram contributos muitos diversos, mas sem os quais Timor não teria concretizado o sonho de ser um país independente".

A cerimónia de condecoração realizou-se na passada quarta-feira, dia 17 de maio, em Díli. 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing