Media

ERC e RTP de voltas trocadas

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) colocou em suspenso o parecer sobre os nomes propostos pela RTP para a direção por considerar que os cargos não estão, efetivamente, vagos. É que, segundo o conselho regulador, as destituições de Vítor Manuel Gonçalves Loureiro e de João Fernando Correia Ramos não foram devidamente fundamentadas.

sexta, 23 novembro 2018 11:50
ERC e RTP de voltas trocadas

 

O operador público de televisão respondeu, entretanto, em comunicado, que deu total liberdade para Maria Flor Pedroso, convidada para diretora de Informação, formar a sua equipa.  E considera, assim, que deve ser a jornalista a fundamentar, perante a ERC, as suas escolhas.

“Esteve marcada uma audição a Maria Flor Pedroso com esse objetivo, posteriormente suspensa por iniciativa da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Em consequência deste processo, a RTP já submeteu à ERC o pedido de aprovação da equipa da Direção de Informação, acompanhado da fundamentação da Diretora de Informação. Fundamentação essa que contava que tivesse sido apresentada na audição que não chegou a realizar-se”, adianta o canal.

No mesmo comunicado, dá conta de que este entendimento é “partilhado” pelo diretor adjunto cessante Vítor Gonçalves, que colocou o lugar à disposição.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing