Media

OberCom: Hotmail, MSN e Hi5 mais populares em Portugal

internetˍgenericoˍp.jpg
Segundo o estudo desenvolvido pelo Observatório de Comunicação (Obercom), a ser publicado esta quinta-feira, os serviços de mensagens instantâneas são utilizados por 74,5 % dos internautas e as redes sociais visitadas por 52%, sendo o Hotmail, o MSN e o Hi5 os mais populares.
domingo, 29 novembro -0001 23:23


O MSN é o preferido de 65,6 % dos internautas portugueses no que respeita a utilização de serviços de mensagens instantâneas, logo seguido do Sapo Messenger, especialmente usado pelos mais jovens. 58,9 % dos internautas considera que uso de mensagens instantâneas aumentou o seu contacto com os amigos e 41,3 % refere que através destes serviços contactam mais  com a família. Por sua vez, o correio electrónico mais popular em Portugal é o Hotmail, utilizado por cerca de dois terços dos internautas, seguido pelo Gmail (29,5 por cento).

Facebok mais popular entre os 19 e os 34 anos

47,8 % dos utilizadores de redes sociais têm um perfil no Hi5, rede essencialmente usada por adolescentes e jovens universitários. Por sua vez, o Facebook reúne 56,7 % de utilizadores com idades entre os 19 e 34 anos. A rede de origem brasileira Orkut tem também uma expressão considerável em Portugal (10,9 %).Os membros do Orkut e do Facebook estão na sua maioria concentrados na zona de Lisboa enquanto os do HI5 revelam uma distribuição pelas várias regiões de Portugal, com destaque especial para a região da grande Lisboa e Norte Litoral.

O correio electrónico, as mensagens instantâneas e a procura de notícias são os serviços mais usados pelos portugueses que acedem à Internet. Na verdade, a Internet é muito usada para a troca de e-mails, para conversas em serviços de mensagens electrónicas (MSN ou Sapo Messenger) e só depois, em terceiro lugar, surge o seu uso para procurar notícias.

O estudo indica ainda que o portal Google surge como o mais popular, tendo sido visitado desde o início de 2009 por 87,4 % dos utilizadores da Internet, seguido do Sapo, visitado por cerca de dois terços dos internautas.

Em termos de procura de informação, a busca de notícias on-line é a actividade mais difundida no âmbito das práticas de Internet dos portugueses, sendo que quase um terço realiza esta actividade diariamente.

O recurso à Wikipédia como fonte de informação é também considerado notável uma vez que perto de um quarto dos internautas usa essa ferramenta pelo menos uma vez por semana.

Em comparação com os restantes media e fontes de informação, a Internet surge como meio privilegiado para a procura de informação em geral, sendo considerada como "importante" ou "muito importante" por 79,2 % dos internautas, seguida pelas fontes interpessoais e pela televisão.

Em oposição, 24 % dos inquiridos considera os blogues pouco ou nada importantes como fontes de informação, assim como 28,7 % acha o mesmo em relação aos sites do governo.

CK

Fonte: Lusa

Secção: Comunicação

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing