Media

RTP rescinde com 113 funcionários e quer poupar 5 milhões de euros

rtp.jpg
A RTP vai rescindir o contrato com 113 funcionários no âmbito do processo de saídas voluntárias iniciado em Outubro, estimando que a poupança em custos de pessoal atinja os cinco milhões de euros por ano.

domingo, 29 novembro -0001 23:23


O processo está já fechado, segundo avançou à Lusa fonte oficial da empresa, adiantando que a administração acordou a saída de 113 dos 235 candidatos à rescisão.

De acordo com a mesma fonte, a empresa conta reduzir, com estas saídas, os custos com pessoal em cinco milhões de euros por ano, sendo que no ano passado esses gastos somaram 111,7 milhões de euros.

Para suportar estas saídas, a RTP constituiu uma provisão de cerca de 20 milhões de euros, que usará ao longo dos próximos 10 anos, acrescentou.
Do total de rescisões acordadas, a maioria - mais de 90 - sai com reforma antecipada, sendo que o critério de escolha da administração teve como base que a rescisão não implicasse uma substituição por contratação externa.

As rescisões abrangem funcionários das várias áreas da empresa, com menos de 30 a pertencer à direcção de informação da televisão e da rádio.
Dos restantes, 30 são administrativos, pertencendo aos serviços partilhados e centro corporativo, outros 30 de áreas operacionais ligadas à produção, emissão e engenharia e igual número dos centros regionais da Madeira, Açores e das delegações regionais no continente.

A RTP abriu um processo de rescisões voluntárias de contratos de trabalho em Outubro passado, aproveitando os resultados positivos das contas da empresa registados até Setembro.

O plano visou oferecer um mês e meio de salário por cada ano de trabalho até um máximo de 150 mil euros por funcionário. No caso das pré-reformas, o valor oferecido foi de 80 por cento do salário bruto até à reforma.

Fonte: Lusa

Secção: Comunicação

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing